A INDICAÇÃO DE ARAS AINDA É POUCO, A JUSTIÇA PRECISA APRENDER MUITO

Bolsonaro está certo, ele nunca enganou a ninguém, Aras é mais uma marca do seu governo, “o presidente sou eu, faço o que quero”

Engraçada a nossa justiça, o presidente Bolsonaro nomeou o Augusto Aras para a PGR e os insatisfeitos se mobilizaram, entraram num mimi da zorra, os próprios aliados do Bozo ficaram insatisfeitos com a nomeação de Aras.

Só pra não deixar esse episódio passar em branco pelo blog, quero só dizer que, a senhora justiça não pode se queixar de parcialidade por parte do presidente Bolsonaro, não esqueçam que vocês botaram um ex-presidente na cadeia sem provas, não foi a PGR que julgou, mas se quisessem interferir e consertar o erro, podiam.

Agora, ficam de lá os procuradores e o presidente da Associaç]ão Nacional dos Procuradores da República, senhores Fábio George Cruz, Mário Bonsaglia, e a procuradora Luiza Frischeisen, se lamentando dizendo que: “o sentimento hoje do MPF é de muita tristeza”, “que os atos de Augusto Aras serão observados”, e que “o fato de Aras não concorrer à lista tríplice é o maior retrocesso democrático e institucional para o MPF nos últimos 20 anos”.

Não podem se lamentar, nos períodos dos governos do PT, nem Lula nem Dilma se interferiram nessa coisa, deixaram vocês escolherem da forma mais correta que era, democraticamente, agora estão aí achando errado uma coisa que vocês memo provocaram. Não esqueçam que a senhora Raquel Dodge teve a oportunidade de cassar a candidatura de Bolsonaro por preconceito e racismo, não fez, com medo na certa do PT ganhar de novo e seguir os trâmites legais.

Agora, chorem!

Sem comentários.

Deixe uma resposta