Lula: Moro e Dallagnol cometeram atos de bandidagem

247 – O ex-presidente Lula, em entrevista exclusiva à TV 247 na última quinta-feira, reafirmou aos jornalistas Mauro Lopes, Paulo Moreira Leite e Pepe Escobar que não sairá da prisão sem sua inocência provada. Lula também disse que Moro e Dallagnol cometeram atos de “bandidagem” e falou sobre ser candidato à presidência em 2022. Lula afirmou que não aceita sair de seu encarceramento para usar tornozeleira eletrônica e esbravejou: “não quero mea culpa”. “Eu não quero sair daqui com mea culpa, eu quero sair daqui com 100% da minha inocência, não diga que: ‘vamos tirar o coitadinho porque ele está velho’. Não estou velho! ‘Vamos colocar uma tornozeleira nele’. Não sou pombo! Coloque neles a tornozeleira!”. Sobre o atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol, o ex-presidente falou que ambos não deveriam estar soltos e que cometeram atos de “bandidagem”.   “Quem recebe dinheiro do Estado, quem presta um concurso, quem está para servir à sociedade e faz a canalhice e a bandidagem que eles fizeram não merecem estar soltos. Agora, eu espero que a Suprema Corte, em algum momento, tomada da sabedoria de tanto estudo que as pessoas tiveram, lendo a Constituição, as pessoas façam um julgamento justo”.

2 Respostas para Lula: Moro e Dallagnol cometeram atos de bandidagem

  1. Brasil livre agosto 25, 2019 às 11:27 am #

    Esse verme tem que apodrecer na CADEIA

  2. Eleitor ligado. agosto 26, 2019 às 7:00 am #

    Diaga a ele pelegrine “Lula”,a lei é para todos,hoje ele deve saber disso.

Deixe uma resposta