A VERDADEIRA DOR DE UM GUERREIRO

Meu caro Lula, hoje desejei que você fosse o culpado pelo tripléx, culpado pelo sítio, culpado pelas fortunas roubadas que lhe atribuem, culpado por tudo, só não desejaria meu companheiro que você estivesse passando por essa dor que você está sentindo hoje.

Imagino como deve ser essa dor, pois tenho netos também, sei como o amor é diferenciado por essas criaturinhas que vem ao mundo só para nos alegrar. Ô Lula, só me resta pedir a Deus que conforte seu coração, que te dê forças meu companheiro, para que você possa superar esse sofrimento e seguir na sua luta para ajudar a esse povo sofrido.

Chora guerreiro, porque eu também vou chorar a perda de Arthur.

Sem comentários.

Deixe uma resposta