ADEUS, PROFESSORA ROSI!

Magno Barnabé (esposo) e professora Rosi, em momento de eterna lembrança

Há três dias, um amigo me parou na rua e me informou sobre a professora Rosi, disse-me que ela havia sofdrido um AVC e que seu estado era interessante, segundo meu amigo: a professora esperava a regulação, que creio, não veio.

Mas não estou aqui, hoje para falar sobre esses monstros criados pelos políticos, “regulação” pra mim, é desumanidade. Hoje eu quero falar sobre essa nossa querida amiga que veio a óbito na tarde de ontem.

Professora Rosi, como era conhecida, e toda sua família, eram nossos clientes em nossa sorveteria, além de sermos amigos, é claro. Mas a porta da sorveteria era o cantinho onde debatíamos sobre o que mais gostávamos, a política. Aqui, nós, o Comandante Magno Barnabé (seu esposo), ela e quem mais aparecesse, discutíamos muito sobre política. Na verdade, a professora era política e já havia sido candidata a vereadora na cidade, por isso gostava tanto, pois acreditava que poderia entrar e melhorar um pouco mais a vida dos valencianos.

Rosi nos últimos meses demonstrou o tamanho do amor que sentia por sua família, principalmente pelos filhos. Foram muitas publicações em redes sociais, onde ela expressava o carinho por todos eles, dando forças e apoiando-os.

Uma pena ela ter partido tão cedo, porque além de ser professora, Rosi era uma pessoa alegre, pra frente, envolvida com muitos trabalhos sociais na cidade e deixará um grande legado.

Aqui, a minha homenagem a essa pessoa que sempre demonstrou um grande caráter, por ser boa esposa, boa mãe e com certeza, foi uma boa filha.

Adeus, Professora!

 

Sem comentários.

Deixe uma resposta