ADEMIR ANUNCIA SUA SAÍDA DO PDT, CONTINUARÁ NUM PARTIDO DA BASE

Ademir Costa, o mais novo nome prefeiturável de Valença, está mudando de partido, segundo o candidato a candidato a prefeito de Valença, já está conversando com alguns partidos da base do governo e deverá estar saindo do PDT ainda este mês.

Perguntei a Ademir se houve algum desentendimento com a atual chapa provisória e ele disse que não, falou que tem uma boa relação de cordialidade com o novo comandate do partido, Duda, e que almeja uma mudança de política para ele e seu grupo.

Ademir foi Secretário de Industria e Comércio de Jucélia, tem uma boa relação com os empresários de Valença, está à frente do tão sofrido Projeto Polo Industirla de Valença, já foi diretor da Casa do Empresário e consegue formar um bom grupo político na cidade.

Sabemos que existem nomes fortes como os de Jucélia, Jairo e Ricardo, mas Ademir, assim como o doutor Duda, são nomes novos e teem a simpatia de uma boa parte dos eleitores da cidade.

Com certeza a política de Valença promete pegar fogo, porque tem uns bolsominions que também já articulam por baixo do pano.

6 Respostas para ADEMIR ANUNCIA SUA SAÍDA DO PDT, CONTINUARÁ NUM PARTIDO DA BASE

  1. Wolf Moitinho novembro 30, 2018 às 5:02 pm #

    Meu caro Pelegrini,

    Infelizmente com este anúncio, o PDT acabou de perder mais um filiado de grande valor político. Mas, devo também admitir, sem nenhum receio , que o partido perde uma grande oportunidade de ter muitos empresários voltados a um dos princípios básicos da agremiação, que é justamente o valor ao trabalho.
    Ademir Costa é um abnegado empresário com o pensamento progressista capaz de transformar o Município de Valença em uma local de prosperidade. É neste sentido que devemos apostar porque todos os cidadãos serão beneficiados, e este é o motivo pelo qual afirmo a sua abnegação.
    Infelizmente, aqui em Valença não temos, ou melhor, não tivemos uma pessoa com a visão de futuro. Até agora faltou pessoas que tivessem disposição e “caneta” de sorte a encarar projetos de grande monta e que pudesse transformar, não apenas Valença, mas todo o Baixo Sul.
    Vejo com bons olhos mais esta indicação. O meu ex-companheiro de partido politico merece o meu respeito e admiração.
    Devo lembrar a todos os seus leitores que foi o Ademir que deu início ao processo de implantação de um Distrito Industrial, inclusive delineando todos os procedimentos necessários para que ocorresse a mudança necessária para o progresso da nossa região do Baixo Sul. Raça ele tem, infelizmente lhe faltou a força e a caneta.
    Quem sabe, em 2020 o povo dará a força que necessita e colocara a caneta em suas mãos!

  2. Liberalismojá novembro 30, 2018 às 11:50 pm #

    A Vereadora Lorena escreveu na página do facebook “Capacitação (19 e 20.11) para a implantação do Projeto da REURB- Regularização Fundiária. Em breve, essa Minuta de projeto da vereadora Lorena Mercês de Jesus sairá do papel e se tornará realidade em Valença. O sonho de muitos Valencianos de construir, reformar e ampliar sua casa própria, será proporcinado através do recebimento da Escritura Pública de forma facilitada e, em alguns casos gratuita. Quem é baixa renda terá seu sonho realizado, obtendo a escritura pública de forma gratuita. Mandato é para servir a sociedade e os seus anseios.
    Parabéns a secretaria de Infraestrutura e Planejamento pela condução dos trabalhos. Michairo Vieira Coutinho e a toda equipe.#JuntosSomosMaisFortes!

    Acontece que a mesma desconhece “O Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) ajuizou no Supremo Tribunal Federal uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 5883) contra dispositivos da Lei 13.465/2017, que trata da regularização fundiária, rural, urbana e na Amazônia legal e institui mecanismos de alienação de imóveis da União. É a terceira ADI
    recebida pelo STF contra a norma, resultado da conversão da Medida Provisória 759/2016 e, por isso, foi distribuída por prevenção ao ministro Luiz Fux, relator
    das ADIs 5771 e 5787. Notícias STF :: STF – Supremo Tribunal Federal

    Inclusive se tem uma decisão monocrática proferida pelo Ministro Luiz Fux.

    ADI 5883
    PROCESSO ELETRÔNICO PÚBLICO
    NÚMERO ÚNICO: 0064966-53.2018.1.00.0000
    AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE
    Origem: DF – DISTRITO FEDERAL
    Relator Atual: MIN. LUIZ FUX
    REQTE.(S) DIRETORIA NACIONAL DO INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL
    ADV.(A/S) BETO FERREIRA MARTINS VASCONCELOS (172687/SP) E OUTRO(A/S)
    INTDO.(A/S) PRESIDENTE DA REPÚBLICA
    PROC.(A/S)(ES) ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO

  3. Raimundo dezembro 3, 2018 às 11:08 am #

    Esse Wolf Deveria ser mais himilde e reconhecer q Jucelia como prefeita deu a caneta a esse cidadão aí. Acho bom se filiar no PPS aqui as ideias são iguais a sua Ademir . Estamos te esperando

  4. ROMÁRIO SOUSA CABRAL dezembro 3, 2018 às 10:49 pm #

    TENHO MUITA ADMIRAÇÃO, E RESPEITO POR ESSE HOMEM. ELE NEM DEVE SABER. (MAIS NÃO INTERESSA.) GRANDE SER HUMANO COM BOAS QUALIDADES. PRINCIPALMENTE, NO MOMENTO EM QUE MUITOS VALORES SÃO PERDIDOS, POR NADA.HOMEM HONESTO E IRMÃO. E TÔ COM ELE. SIMPLICIDADE, É ELE EM PESSOA. FORTE ABRAÇO, MEU AMIGO.

  5. Verdadeiro dezembro 6, 2018 às 1:10 am #

    Esse Wolf , Ivan , Guido da gráfica , são os famosos idiotas eleitorais q tem aí em Valença , são um grupo de incompetentes querendo ser gestoras e o povo jamais dará esse voto de confiança . Comprem sandálias confortáveis e vao aposentar ou cuidar dessa cooperativa fracassada q vcs afundaram

  6. Wolf Moitinho dezembro 8, 2018 às 4:15 pm #

    Quem se esconde por detrás de pseudônimos não merece resposta. Ainda assim, não deixaria de responder aqui a este ser, mesmo sabendo da sua insignificância, porque se esconde através de um vocábulo -“verdadeiro” – que não tem nenhuma condição de ostentar.
    Ao Raimundo, creio que seja o Raimundo servidor municipal, devo dizer que humildade não cabe no contexto. O ex-secretário de Indústria e Comércio deste nosso município foi um dos idealizadores do Projeto do Distrito Industrial de Valença, o qual seria de grande valia para uma Valença Progresista, afinal temos uma população das mais pobres do Estado da Bahia.
    A ex-gestora do município não deu a devida importância ao Projeto, infelizmente. Se tivesse avançado, certamente, teria o seu reconhecimento. Portanto, não devo “reconhecer q Jucelia como prefeita deu a caneta a este cidadão”.
    A propósito, finalizando, nunca ensejei qualquer cargo politico, nem para mim, muito menos para os meus familiares. Afinal, os meus 38 anos de serviço público me garantem uma remuneração justa para viver o resta da minha vida de futuro aposentado.

Deixe uma resposta