[adrotate banner="25"]
[adrotate banner="26"]

MOSTRANDO AS GARRAS: “PAÍS HERDOU INDOLÊNCIA DO ÍNDIO E MALADRANGEM DO NEGRO”

O candidato a vice-presidente da República na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), o general da reserva Antonio Hamilton Mourão (PRTB), disse nesta segunda-feira, 6, que o Brasil herdou a “indolência” dos indígenas e a “malandragem” dos africanos. Ele participou da reunião-almoço da Câmara de Indústria e Comércio de Caxias do Sul, cidade da Serra Gaúcha, o primeiro evento público seu na condição de candidato. O general também afirmou ser favorável à democracia e voltou a dizer que “intervenção militar não é vasrinha mãgica”.

Mourão estava apresentando as condições de subdesenvolvimento e conflitos políticos e sociais da América Latina, que chamou de “condomínio de países periféricos”. Ao mencionar a “malandragem” dos africanos, desculpou-se com o vereador negro Edson da Rosa (MDB), que estava na mesa de autoridades. (Veja)

2 Respostas para MOSTRANDO AS GARRAS: “PAÍS HERDOU INDOLÊNCIA DO ÍNDIO E MALADRANGEM DO NEGRO”

  1. André santana agosto 6, 2018 às 8:49 pm #

    Candidato bom da porra , botado a negrada no chinelo e ainda tem negro que vota nessas desgraças . RACISTAS

  2. salomao agosto 9, 2018 às 7:54 pm #

    Lamentavel a fala do milico.Pior que as palavras,é a concepçao de povo que Mourão tem,uma visão preconceituosa e que considera os indios preguiçosos e os negros malandros.Iguala-se ,em pleno seculo 21 e na era da informação,a pensadores dos seculos 16 e 17 ,que questionava-se sobre a existencia ou não de alma em indios e negros.
    O Bolsonaro rechaça a possiblidade de novas matrizes na politica internacional ,em que se privilegia os paises emergentes e em desenvolvimento,para se dobrar a paises centrais.
    Muito medo nesse momento de instabilidade.Temo uma guerra civil nesse pais.Estariamos no inferno literal.

Deixe uma resposta