[adrotate banner="25"]
[adrotate banner="26"]

PAULO MARTINS, SECRETÁRIO DE INDUSTRIA E COMÉRCIO, TENTA CRIAR GOVERNO PARALELO

O novo “rei de Valença”, Eduardo da Itaipava, se aliou a Paulo Martins para isolar o prefeito Ricardo Moura

A proposta da realização da festa do São João em Valença pelo comércio e políticos, é oportunismo ou querem criar um governo paralelo?

Ao que parece, existe hoje em Valença uma política do “salve-se quem puder”, senão vejamos: a Câmara de Dirigentes Lojistas de Valença (CDL) e a Associação Comerciais Empresarial (ACE), ambas as entidades dirigidas por Eduardo Dantas Ribeiro e Antônio Jorge Silva Menezes, respectivamente, se abstiveram de patrocinar a Festa de São João 2018 em Valença, que seria realizada pela Prefeitura. Segundo o prefeito Ricardo Moura, durante uma coletiva para a imprensa local, as entidades e o comércio de Valença foram procurados pela Prefeitura, mas alegaram falta de recursos e o agravamento da crise financeira do país para a negativa dos patrocínios. Soma-se a isso a greve dos caminhoneiros e a acentuada queda das receitas da Prefeitura, o que obrigou o cancelamento unilateralmente o evento.

Pois bem! Segundo informações ainda não confirmadas, a CDL e empresas da cidade, com o aval do Secretário de Indústria e Comércio Paulo Martins, resolveu fazer um São João mais modesto, em comparação ao que seria realizado pela Prefeitura. Caso essa proposta se concretize, fica explícito que existe dentro da Prefeitura um racha, isto porque o secretário Paulo Martins foi o principal articulador para captação de patrocínio no São João do ano passado. Segundo informações de bastidores da Prefeitura, Paulo foi sacado das articulações deste ano, ficando a coordenação da festa por conta da Secretaria da Cultura.

Aliados de Moura estão indignados. Falam que a questão é política com a clara intensão de fragilizar a gestão municipal. Dizem também que a CDL e o Comércio de Valença poderiam se juntar ao governo municipal e o governo do estado para propor um Plano B. “Eles são oportunistas”, declarou um aliado do prefeito.

De todas as formas, esse comportamento do “salve-se quem puder” é ruim para todos. Perde o comércio, que vai investir um valor talvez maior que o patrocínio para a Prefeitura, perde a Prefeitura que recua em um evento que vinha crescendo e se consolidando, perde a CDL/ACE e o Comércio que não terão suas marcas expostas em um evento com grandes estrelas como as festas anteriores. (Magno Jouber)

4 Respostas para PAULO MARTINS, SECRETÁRIO DE INDUSTRIA E COMÉRCIO, TENTA CRIAR GOVERNO PARALELO

  1. As bimbas no poder junho 8, 2018 às 10:09 am #

    Ricardo Moura está lascado com Paulo do Ferro Velho e Manoel de Fausto e sua gangue. Bem que tentei avisar mais parece que o sexo deixou o Gordo, cego, surdo e mudo.

  2. Aurélio junho 8, 2018 às 12:15 pm #

    Avisa que intenção é com Ç e não com S

  3. Plinio junho 10, 2018 às 8:03 am #

    Esse sao joao Paulo ira inaugurar mais uma barbearia . So nao inaigura se nao tiver festa . Luciano Sancho promete ajudar novamente .

  4. sem vergonhas junho 11, 2018 às 12:56 am #

    esse safado com outros ricardistas é um sem vergonha q fica ameaçando as pessoas p dar emprego para os familiar burros e amiguinhas dele, fica dando uma de dono da cidade qd nao passa de uma topeira, feia ,enrustida metida avalente. ricardinho é um bananinha, metido com tudo q nao presta, cheio de armação com secretarias, cordenados e funcionarias, e ainda tem as damas e as falcatruas,por isso q é lembrado como o prefeito mais incompetente q passou aqui. e a industria da multa, qd é c os amiguinhos desses sem vergonhas tiram na hora, bando de sem vergonha de valença.

Deixe uma resposta