POUPEM O BLOGUEIRO, PÔ!

2006, quando o blogueiro iniciou o blog do Pelegrini

Interessante como são as pessoas, pensam que eu fico chateado quando sou intimado pela polícia para responder as bobagens que eles queixam contra mim.

Quero deixar meus algozes à vontade quando se dirigirem à delegacia de polícia para se queixar do blogueiro, não pensem que me calam, que me intimidam. Eu sou igual a todo mundo, tenho direitos e vou usar por toda vida. Agora, se você não sabe usar seus direitos e quer fazer os outros de besta, tá ferrado comigo, sabe por que? Porque eu não tenho medo de atacar minha presa, sou destemido, jamais vou pra cima de cachorro morto, quando eu ataco eu vou com vontade, pra cima do cachorro vivo.

Quero esclarecer também, que, quando erro, eu também sei pedir perdão, quem aceita perdoa, quem não aceita pode faze o que quiser, até matar (e olha que foram só dois ou três pedidos de desculpas).

Para muitos que deram queixa minha e me processaram, restou o consolo: “pelo menos eu fiz ele pagar os honorários do advogado”. Eu não perdi nenhuma causa de forma justa, todos tomaram pau e meteram a cara no… chão.

Já fui ovacionado por pessoas que depois se rebelaram contra mim. Imagina que situação um pobre blogueiro não passa! Quando você ataca algo que, satisfaz a pessoa, você vira herói, mas quando é ao contrário, a delegacia é a sua alternativa. Ha, ha, ha, ha.

Outra coisa, dar queixa do blogueiro virou moda, porque todo mundo pensa que vai encontrar um blogueiro de terno, gravata borboleta, e perfume francês para recepcioná-los. Enganam-se, o blogueiro vai de calça, camisa polo, desodorante Avanço e come alho para ficar com o hálito fedido (é uma estratégia para o delegado encerrar rápido a audiência), assim eles terão a certeza que na próxima audiência encerrarão cedo.

Tudo brincadeira, na verdade, eu quero só e simplesmente pedir a vocês que, tenham um pouquinho mais de paciência com o blogueiro, e quando forem dar queixa do blogueiro, lembrem-se que, a polícia tem mais coisas sérias para resolver, do que ficar ouvindo lamúrias de gente besta que quer inflar o ego, dando queixa do blogueiro, pensando que o delegado vai dar uma bronca no blogueiro e esse queixante vai sair de lá dizendo: viu, sacana!?

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!

5 Respostas para POUPEM O BLOGUEIRO, PÔ!

  1. Edson F. Maio 16, 2018 às 1:53 pm #

    Pelegrini, atacar ideia é uma coisa, atacar a pessoa, é outra (ad hominem). Eu não concordo com algumas posições da política nacional suas, mas gosto de vc p caramba. Saiba disso. Só acho que vc deveria postar mais fotos de Valença. Esqueça um pouco a política que atualmente é tão odiosa. Pra quem tá fora e tão longe de Valença, vc é uma referência, não esqueça disso. Sem viadagem, sem puxa saquismo. Abração.

  2. pelegrini Maio 16, 2018 às 6:53 pm #

    Edson, você é um dos caras que tenho grande respeito, sei do amor que tens por essa terra (Valença), já provou que é um cara do bem e seus argumentos são convicentes, podemos ter alguma coisinha divergente, mas nossa amizade é sólida. Obrigado pelos créditos!

    Abraço

  3. Salomão Maio 16, 2018 às 8:05 pm #

    Fora o caso de um antigo edil,não sabia que você era alvo de queixas e denuncias…Fiquei pasmo,pois não percebo em suas postagens você ultrapassar o limite do bom senso e (acredito) da legalidade.Vejo-as como fruto da liberdade de expressão ,que graças a Deus,é um direito (ainda) não atacado em nosso pais,que como dizem,é uma das democracias mais robustas do mundo.
    Mas ,espero que os queixumes não tenham o poder de fazer cessar sua voz,que é ouvida por muitos aqui e fora de nossa cidade.Há muita coisa boa,algumas m…(alias,ninguem é perfeito,kkk),argumentos bons e argumentos sofríveis.Acima de tudo .é um blog bastante informativo.
    Pegando uma ponga com o amigo acima,voce poderia dar prosseguimento a uma serie antiga em que fazia postagens constantes de fotos antiga da velha e bela valenca(estranhamente,ao ver fotos assim ,me bate uma saudade de uma epoca em que não vivi e uma vontade de pular ali dentro,e viver junto aquela geração ,com todas as suas alegrias,tristezas e contradições.Vibrar nas eleições dos antigos caciques(gentil e cia),ver a ponte inocencio abrindo-se para a passagem dos navios,curtir um baba na pça da república,etc)

  4. Edson F Maio 17, 2018 às 12:38 am #

    É isso aí moral!

  5. pelegrini Maio 17, 2018 às 10:30 am #

    Valeu Salomão. Tem um detalhe: as m… não cabem só a mim, todos nós carregamos um pouqinho dela… kkkkkkk

Deixe uma resposta