A INDUSTRIA DA MULTA PROVOCA E A POPULAÇÃO SE REVOLTA

A Rua da Taboca poderia ser mão única e evitaria os transtornos com estacionamentos

Esta é a Rua Duque de Caxias, a famigerada Rua da Taboca. Na gestão de Jucélia Nascimento, nós, os moradores, sugerimos que aqui fosse criada mão única para não tirarem o estacionamento dos veículos, porém, alguém não quis nos ouvir e resolveu colocar placa de proibido estacionar desse lado. Resultado: está difícil evitar de estacionarem aqui, pois toda pessoa que estaciona tem sempre um motivo forte para fazer. Ontem mesmo (07), um cidadão da cidade de Teolândia estacionou e retirou do veículo uma senhorinha de pouco mais de 87 anos, quando eu falei a ele que os guardas poderiam multá-lo, ele respondeu: “O que eu vou fazer? Preciso levar minha mãe ao médico e não consigo estacionar nem mesmo nos estacionamentos rotativos, pois estão todos cheios. Ela ainda vai andar mais de duzentos metros até a clínica”. Verdade, qual a alternativa do cidadão? Esperar a multa e justificar para a JARI que parou ali para levar sua mãe ao médico. Pior de tudo é que, dizem que eles não formaram a JARI, não fizeram a comissão e portanto, mesmo que o motivo seja forte não será julgado por falta dessa comissão.

Hoje um taxista mostrou-me uma multa que cobraram dele, por ultrapassagem proibida, a multa chega a quase R$ 1.500,00 reais. O taxista foi supreendido com essa multa quando foi pagar seu IPVA, sequer, o departamento de trânsito informou ao motorista que ele tinha sido multado. Como ele poderia recorrer, se não existe a comissão da JARI? Depois, aquela ultrapassagem é proibida, porém necessária, se os veículos que estão atrás seguir a ordem, haverá um engarrafamento pra fora da cidade, irá atingir a BA. Os veículos ultrapassam para adiantarem e não deixarem engarrafar o trânsito.

Agora, a população e os motoristas estão revoltados com essas imposições ao trânsito, e dentro em breve poderemos estar presenciando conflitos na cidade entre esses agentes de trânsito e o povo. É preciso que se faça algo para não acontecer o pior. Aqui na Rua Duque de Caxias os moradores já começaram a gritar com esses agentes, pois eles querem retirar os veículos de estacionarem nos canteiros da rua. Preferem desferir carteiradas que usar o bom senso

7 Respostas para A INDUSTRIA DA MULTA PROVOCA E A POPULAÇÃO SE REVOLTA

  1. Leitor maio 8, 2018 às 10:20 pm #

    Tem que fazer que nem o povo de salvador que tá metendo porrada nos agente de trânsito.

  2. Edson F maio 9, 2018 às 10:55 am #

    Pior forma de captar recursos para os cofres públicos. Esse prefeito aí não se reelege e nem faz sucessor assim. A prefeitura no caso disponibiliza o nome dos agentes de transito de acordo com essa resolução do CONTRAN? Ela determina a obrigatoriedade de os órgãos e entidades de trânsito disponibilizarem, em suas plataformas online, os nomes e números de identificação dos agentes e autoridades de trânsito.

    Também, deverão estar disponíveis cópias dos convênios firmados para fiscalização e autuação no trânsito.

    http://www.denatran.gov.br/images/Resolucoes/Resolucao7092017.pdf

    Vai se somando os motivos e vê-se que as multas são irregulares ou abusivas. O cidadão pode e deve recorrer denunciando até abuso de autoridade. O cidadão conseguirá assumir o seu papel de fiscalizador do serviço público, verificando se estão sendo seguidas as Leis de maneira correta também pelos órgãos e entidades executivos de trânsito, inclusive as polícias que realizam esse trabalho.

  3. Pr. Josafá Souza Costa maio 9, 2018 às 11:30 am #

    Esta cidade de quase cem mil habitantes parece pertencer à meia dúzia de donos que se instalou no palácio de mármore! Está faltando reações a estas ações. Fazem o que querem sem consultar a população e ainda temos que pagar caro sem direito a retorno em forma de serviços.

  4. Salomão maio 9, 2018 às 5:39 pm #

    A grande realidade é que nosso municipio não fora planejado para viver essa onda de carros que estamos passando.Vide as ruas de nosso centro para comprovar(não se planeja tambem nos bairros novos,a exemplo de novo horizonte,que daqui uns anos podera esta vivendo os mesmos constrangimentos que o centro vive)
    Sabemos que é dificil o caso,como o foi do cidadão que levaria sua mãe ao medico.No entanto ja vivemos dias piores em materia de transito(lembro do tempo da mão unica na ponte inocencio,ou da mao dupla na marechal deodoro)
    No entanto sei que é necessário que comece-se a tentar organizar esse caos.Não sou entendido no assunto,mas desde que haja placa proibitiva ,ali não se deve estacionar.Em relaçaõ ao canteiro central da taboca ,não saberia opinar.
    Ultrapassar por necessidade tambem é outro caso(acho que o taxista transformou seu carro em ambulancia do samu e estava levando alguem ao hospital),pois o sujeito ultrapassa por necessidade apenas dele,pois houve pessoas que estavam esperando(acredito que seja uma historia fake apenas para ilustrar o que estava dizendo).

  5. Salomão maio 9, 2018 às 5:41 pm #

    Concordo meu caro Josafá.Esta na hora das LIDERANÇAS dessa cidade mobliizar as pessoas para que possamos sonhar em alguma “ação e reações)

  6. Revoltado maio 9, 2018 às 7:22 pm #

    Esse pessoal ainda insiste com essa presepada na Rua da Taboca é??? Que vaidade sem sentido.

  7. Edivaldo maio 12, 2018 às 6:50 am #

    Ontem estacionei minha Moto em frente à loja guaibim para fazer uma compra de um celular quando votei para pegar a Moto tinha uma multa dizendo que o local que estacionei era inapropriado pela amor de Deus em frente à uma loja…..não vi placa nenhuma informando que ali não poderia estacionar?vou recorrer desta multa serà que esses guardas são malucos? Isso è uma vergonha.

Deixe uma resposta