RUI COSTA, SACERDOTE OU LEVITA?

Ainda que seja para expressar admiraração, seu olhar continua o mesmo, carrancudo

Não sei se é impressão minha, mas me parece que os aliados do governador Rui “Correria” andam meio desanimados, cabisbaixos. No sábado ele foi inaugurar uma obra de restauração no Morro de São Paulo, pudemos notar um certo desânimo em seus seguidores. Primeiro que a trup de Fernando Brito não é das melhores, no staff do governador tinha um deputado acusado de desvios de verbas do Convento de São Pedro, na própria Cairu, e depois, a chamada militância parece estar desagastada, nada acontece de bom para os filiados do partido (PT), ninguém estimula a galera para esses eventos. O grupo que acompanha Rui é todo desanimado.

O governador Rui Costa continua sisudo, a sua pinta de homem sério está mais pra quem ensaia ser coronel caso ganhe o segundo mandato, do que esperar que se ergam o seu busto em algum lugar como o melhor governador da Bahia.

Nada contra o governador, votei nele na eleição passada e até acho que devo votar nele para o segundo mandato, porém seu ar de superioridade faz lembrar a parábola do bom samaritano, onde ele demonstra ser igual ao sacerdote ou ao levita, e nós (os aliados), somos aquele homem surrado e roubado pelos bandidos. Além de abandonados ainda somos obrigados a agradecer a crueldade

Depois não me venha com choro, nem queira me perguntar: “onde errei?”, alguém está chegando para fazer o papel do bom samaritano. E não digam que o samaritano é indigno e odiado, pois as reações já começam a mudar.

2 Respostas para RUI COSTA, SACERDOTE OU LEVITA?

  1. BOLSONARO PRESIDENTE Janeiro 23, 2018 às 3:35 pm #

    Petista tem é que enfiar o rabo entre as pernas mesmo…. Tudo vagabundo e nome limpo dinheiro nenhum compra! Luladrão se for na padaria da esquina tem que voltar correndo pro seu buraco senão apanha!!!! Povo honesto não gosta de vagabundo…

  2. Costinha Janeiro 25, 2018 às 5:30 am #

    Taciturno mesmo.
    Diferente de Lula que é populista, ele é carrancudo e precisa de fonoterapia.

Deixe uma resposta