Hildécio Meireles vota pela rejeição das contas do governo em 2015

A Comissão de Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa da Bahia apreciou nesta terça-feira o parecer do relator, deputado José Raimundo(PT), que acompanhou o parecer do TCE, opinando por aprovar as contas do governo do estado, relativas ao exercício de 2015. Na oportunidade, o deputado Hildécio Meireles (PMDB) apresentou voto em separado pela rejeição das mesmas.

Hildécio Meireles baseou seu voto em cinco pilares básicos: Inobservância dos preceitos legais na elaboração e monitoramento do PPA;  a não observância das normas legais para a implantação e funcionamento do sistema de controle interno, iInconsistência nos demonstrativos de disponibilidade de caixa e restos a pagar, resultado primário deficitário e a não execução das despesas por emendas individuais dos deputados. Meireles citou em seu voto que o próprio parecer do TCE, apesar de ser pela aprovação das contas, trouxe em seu bojo nada menos que 44 ressalvas.

Porém,  ao final das discussões na comissão, o parecer do relator Zé Raimundo foi aprovado com quatro votos favoráveis, enquanto o voto em separado do deputado Hildécio Meireles pela rejeição obteve três.

Sem comentários.

Deixe uma resposta