Assembleia percorrerá o estado em prol do turismo baiano

“O Turismo na Bahia, situação e perspectivas”. Com a meta não apenas de traçar um panorama global da ação turística institucional na Bahia, mas também colaborar para destravar entraves, a exemplo do destino do Centro de Convenções da Bahia, a Assembleia Legislativa da Bahia, através da comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo, presidida pelo deputado Hildécio Meireles, decidiu realizar audiências públicas nos 17 territórios de identidade do estado.  Os deputados deverão aprovar o calendário itinerante até o final deste semestre. O Ministério do Turismo deverá ser convidado a participar destes encontros.

Para o presidente do Legislativo baiano, deputado Angelo Coronel (PSD), esta é uma decisão acertada. Coronel acha que “a Alba precisa ir ao encontro do povo baiano, numa ‘conversa ao pé do ouvido’ com as populações dos  municípios da Bahia, porque a Assembleia não pode ser apenas uma instituição fincada e imobilizada na capital baiana”.

E é isso o que os integrantes da Comissão de Infraestrutura vão fazer. Os deputados vêm demonstrando preocupação com a atividade turística na Bahia há muito tempo, sobretudo com os números que apontam queda no setor. O governo, queixa-se o presidente do colegiado, deputado Hildécio Meireles (PMDB),  investe pouco, cada vez menos nesta atividade, que gera emprego e renda. Do orçamento anual de R$ 42 bilhões em 2016, somente R$ 175 milhões foram destinados ao turismo, diz o parlamentar, adiantando que ainda assim, até outubro, apenas R$ 55 milhões tinham sido usados, 0,13% do orçamento da Pasta. “Outro assunto que não ficará de fora é o destino do Centro de Convenções da Bahia. Interditado pela Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) em maio de 2015, em setembro de 2016 parte da fachada do CCB desabou e até hoje queremos saber o que será feito pelo Governo e não temos resposta”, reforça Hildécio Meireles.

A Comissão de Infraestrutura pretende também interiorizar estas discussões com as audiências públicas, como aconteceu com a Agricultura. O presidente da Alba, Angelo Coronel e os deputados Héber Santana, Sidelvan Nóbrega, Mirela Macedo, Maria del Carmem, Marquinhos Viana e Samuel Junior estiveram em Valença para debater o “Fortalecimento da Cadeia Produtiva do Cravo-da-Índia da Bahia”.

O evento foi um sucesso comemorado pelos parlamentares. Proposta pelo presidente do colegiado, Hildécio Meireles, a audiência reuniu representantes do Ministério da Agricultura, Ceplac, das prefeituras da região e produtores. A partir das discussões foi criado um fórum permanente de debates, que ampliará as discussões e análises para a agricultura regional.

Sem comentários.

Deixe uma resposta