CÉSAR BORGES LIDERA PESQUISA PARA O SENADO

image

Vejam só, quem estava pensando na casadinha entre Walter Pinheiro e Lídice da Mata, como os dois que iriam ao senado, já começam a ficar preocupados. A pesquisa do Datafolha publicada no dia 24 deste, dá vitória para César Borges e Lídice, que aparecem com 34% e 26%, Pinheiro aparece em terceiro lugar com 20%. Que problema heim!? Isso é bom para eles começarem a lembrar da fritada que deram em Waldir Pires, esse eu tinha certeza que ganharia, se disputasse o senado. Se preparem, que logo teremos mais supresas.

3 Respostas para CÉSAR BORGES LIDERA PESQUISA PARA O SENADO

  1. Nina julho 26, 2010 às 4:58 pm #

    Vou aplaudir de pé a derrota de Pinheiro… Já se fosse Waldir, quem sabe eu não abriria um precedente e votaria no PT?

    Mas nesse contexto, já vesti a camisa: PT, nunca mais!

  2. vida de politico julho 26, 2010 às 6:37 pm #

    GEDDEL PROMETE TURBINAR O BOLSA-FAMÍLIA
    26/jul/2010 . 13:17 | Autor: Seu Pimenta

    Geddel: Bolsa-Família “turbinado”.
    O candidato peemedebista ao governo baiano, Geddel Vieira Lima, prometeu aumentar o benefício Bolsa-Família de R$ 90,00 para R$ 120,00, durante discurso no município de Laje, no Vale do Jiquiriçá.

    Apesar de não informar qual seria a fonte dos recursos, o governo estadual colocaria mais R$ 30,00, na média, ao valor que a União repassa aos beneficiários do programa.

    Mas esse adicional valeria apenas para os 100 municípios de pior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Bahia. O índice leva em conta os indicadores longevidade (expectativa de vida), educação e renda

  3. Dias julho 27, 2010 às 8:34 am #

    Paulo Souto questiona metodologia em que 40% dos entrevistados eram de Salvador

    A cúpula da campanha de Paulo Souto (DEM) ao Governo do Estado não engoliu a pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (24). O ex-governador aparece em segundo lugar nas intenções de votos, com
    23%, atrás de Jaques Wagner (PT), que tem 44%. O questionamento se deve à metodologia da pesquisa, pois, das 1.080 pessoas selecionadas para a amostragem na Bahia, 400 delas estão em Salvador. O número corresponde a cerca de 40% do universo entrevistado, quando a capital representa apenas 20% do eleitorado baiano. Se confirmada a distorção, de fato, o petista pode estar com um índice inflado, já que, tradicionalmente, a capital tende a despejar mais votos em candidatos de esquerda. Informações do Correio. BN

Deixe uma resposta