Réveillon na praia de Guaibim vai ter queima de fogos e atrações musicais

2015A praia de Guaibim, em Valença, será palco de uma grande queima de fogos e apresentações de bandas musicais durante a virada do ano. São esperadas cerca de 20 mil pessoas, que terão várias opções festivas para a chegada do Ano Novo. Principal destino turístico do município, a 17 km do centro da cidade, Guaibim atrai nessa época do ano um grande número de veranistas que encontram uma rede hoteleira de bom nível, imóveis disponíveis para aluguel, além de várias barracas de praia que proporcionam a melhor gastronomia da Bahia. Peixes e mariscos são os pratos mais procurados.

A virada do ano vai contar com mais de 15 minutos de queima de fogos. e,  Antes, a partir das 21 horas, tem a apresentação do samba e pagode  do Grupo Alegria de Versar e já na primeira hora o ano novo se apresenta o sertanejo da dupla  Pedro Henrique e Luziel.

Este é o segundo ano consecutivo que a prefeitura promove a queima de fogos em Guaibim de uma forma a agradar a comunidade local e aos visitantes.

Iniciada em novembro, a Operação Verão conta com ações das secretarias de Infraestrutura, Meio Ambiente e Turismo. Em parceria com as associações locais vem sendo feitos trabalhos para uma  coleta de lixo de forma mais intensificada, poda de árvores, organização do trânsito e de iluminação pública,   até o momento com cerca de 130 intervenções na rede elétrica, principalmente com a substituição de lâmpadas queimadas e a contração de mais salva-vidas para reforçar a segurança no mar. A segurança também foi outro ponto pensado, que terá a participação da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Estadual e apoio da Guarda Civil Municipal (GCM). Visando disciplinar o comércio de vendedores ambulantes, a Secretaria de Turismo está realizando um cadastramento. Os ambulantes deverão estar identificados com as camisas padronizadas e o alvará de licença.

Por Magno Jouber – Ascom/Governo de Valença

2 Respostas para Réveillon na praia de Guaibim vai ter queima de fogos e atrações musicais

  1. marcio vieira janeiro 1, 2015 às 10:49 pm #

    Festas eu procuro descansar, mas fiquei triste ao ver a cidade morta ontem a noite, bares e restaurantes fechados, tudo sem graça, e perguntava, o GUAIBIM cabe os 89 mil habitantes de Valença e os milhares que vem de fora? A cidade tem que repensar os espaços aos que ficam na cidade, e não podem ou não querem passar uma festa de fim de ano no sufoco do Guaibim com multidão, engarrafamentos, e muita confusão em tão pouco espaço.

    A cidade estava morta e triste! Para mim tanto faz eu ao lado da minha família e com saúde fico muito feliz, mas e os milhares que ficam excluídos de uma festa na cidade?

  2. ze ninguem abestado janeiro 2, 2015 às 11:08 am #

    eh verdade,e isso acho que e um problema que remonta a epoca imperial.Problema que nunca foi resolvido ,mas que demanda uma resposta urgente.Precisamos de mais areas de lazer,mais opcoes aqui em valenca.E entendiante e frustrante a cidade ter poucas opcoes assim

Deixe uma resposta