NÃO TEMOS TERREMOTO, TEMOS POLÍTICOS

image

Acordei hoje por volta das cinco horas da manhã, fui até a porta logo cedo e vi duas mulheres conversando, ainda deu para pegar um pouco do que falavam. Pena que não pude participar da conversa, pois elas estavam passando. Uma delas disse: “Menina temos que dar glórias a Deus porque aqui no Brasil não tem essas coisas de terremotos e vulcões”, a outra retrucou dizendo: “Verdade, Deus que tenha misericórdia daquele povo”. É verdade minha amiga, já pensou se tem terremotos por aqui!? Nós não temos terremoto para nos matar, temos crack que mata mais nossos jovens, de forma fria e por pouco. Tomemos como base uma estatística divulgada no “Blog Portal do Baixo Sul”, que informa sobre sessenta e seis mortes por homicídio, em apenas quatro cidades da Bahia: Valença, Santo Antonio de Jesus, Jequié e Gandu, onde Valença liderou o ranking como cidade mais violenta, sendo que noventa por cento delas estão ligadas ao tráfico de drogas. Se multiplicarmos isso pelo número de municípios na Bahia é igual a sete mil pessoas por ano, vezes o tempo em que não houve terremoto no Haiti que já se vão mais de trinta anos é igual ou mais que duzentos e dez mil pessoas. E olha que estamos nos referindo apenas ao estado da Bahia, sem contar estados mais violentos como: Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo.

Graças a Deus não temos terremoto. Infelizmente temos prefeitos, vereadores, deputados, senadores etc.. Que são piores que terremotos e tsunamis. Os fenômenos da natureza a gente perdoa. Agora, esse bando de políticos safados haveremos de ver queimar no centro do tacho dos infernos, com cutucadas de tridente do companheiro deles (Lúcifer) por cada ladroagem que praticou.

Quem precisa de misericórdia de Deus somos nós minha amiga.

27 Respostas para NÃO TEMOS TERREMOTO, TEMOS POLÍTICOS

  1. Doutor Pardal janeiro 18, 2010 às 2:14 pm #

    Na ìndia, os BANDIDOS estão sendo chamados para participar de um partido político. Os indianos alegam que eles são perfeitos: ESPERTOS e DESONESTOS.
    Valença poderia exportar vários BANDIDõES da política para a Ìndia e até criar um intercâmbio.

    http://pt.shvoong.com/law-and-politics/politics/1965019-bandidos-s%C3%A3o-convocados-para-partido/

  2. Prof. Ademilton janeiro 18, 2010 às 5:23 pm #

    Chega de sermos otários.

    A internet está dando resultado. Temos um poderoso meio de comunicação na mão.
    Vocês viram a Petrobrás baixando os preços dos combustíveis?
    A internet pressionou muito divulgando para que boicotássemos os Postos BR (Petrobrás).
    Precisamos mostrar que o povo tem força e luta pelos direitos e uso correto do dinheiro público.
    Tem certas coisas que só dependem de nós, e este absurdo, não podemos deixar.
    Atenção:
    Um deputado chamado Jutahy Magalhães , do PSDB da Bahia, é o autor de um projeto de lei que legaliza a corrupção em nosso país (que parece não ser muita!).
    O projeto, conforme matéria da Rede Globo, proíbe o Ministério Público de investigar atos de corrupção de Presidente da República, Governadores de Estados, Senadores, Deputados Federais, Deputados Estaduais e Prefeitos.
    De acordo com a nova lei, que já foi aprovada em primeiro turno no congresso, esse pessoal aí vai deitar e rolar com o dinheiro público, sem ser importunado.
    Então, caros internautas, vamos espalhar esse assunto para toda a rede. Vamos pressionar de todas as formas possíveis, para que essa lei absurda e imoral não seja aprovada.
    Vamos nos utilizar de todos os meios disponíveis: televisão, rádios, jornais e etc.

    O Brasil e o Povo Brasileiro não pode, de forma alguma, aceitar isso: que meia dúzia de parlamentares mal intencionados (o que parece ser o caso do tal Jutahy) legalizem a corrupção e a bandalheira em nosso País. Nós, internautas, já fomos responsáveis por soluções e divulgação de vários casos lamentáveis que
    envergonham todo e qualquer cidadão de bem.
    Acredito ser esta causa justa e que precisa ser levada ao conhecimento de toda a população .

    Não vamos, de forma alguma, deixar passar em branco este ato vergonhoso, arquitetado por este elemento.
    Fiquem atentos, e vamos salvar o Brasil de mais esta maracutaia..

    Divulguem este manifesto para todo o seu catálogo de endereços.

    Obrigado,

    Franklin Martins (Rádio CBN e Rede Globo)

  3. Profª Dra. Kremildes janeiro 18, 2010 às 10:07 pm #

    Nada supera Genuino, Palocci, Marta Suplicy, Dirceu e essa cambada de históricos e burgueses do PT! Corrupção é com eles… A diferença com a direita é uma só – Na direita pelo menos tinham técnicos, pessoal competente… Agora vemos sindicalistas ocupando lugares de técnicos e no que deu??????????????????????????????????????????????? ESSA VERGONHA!

    Votemos irmãos, votemos… Pq se não votarmos, não comunicaremos o nosso protesto… E deixaremos essas manobras eleitoreiras orquestradas pelo FILHO DO BRASIL, amigo de outro personagem tb campeão de audiência na mídia, o Collor de Mello acreditar que é mesmo como essa turminha daqui acha – O CARA!

    ABAIXO PETRALHAS! Avante gente de bem!

    Se não temos o melhor, votemos no menos pior! Mas com certeza, não votemos em WAGAREZA, nem nessa corja petista!

  4. Lucio Cardoso janeiro 19, 2010 às 6:09 am #

    Pele,

    recebi esta e achei que deveria repassar.

    * “Vai transar? O governo dá camisinha.Já transou? O governo dá a pílula do dia seguinte. Engravidou? O governo dá o aborto. Teve filho? O governo dá o Bolsa Família. Tá desempregado? O governo dá Bolsa Desemprego. Vai prestar vestibular? O governo dá o Bolsa Cota.Não tem terra? O governo dá o Bolsa Invasão e ainda te aposenta. Mas experimenta estudar e andar na linha pra ver o que é que te acontece.”

  5. Kakakakaka... janeiro 19, 2010 às 6:21 am #

    Doutor Pardal, Opach mandou lhe dizer que os bandidos de Valença que fiquem com quem os elegeu… Com seu povo!

  6. Ana Maria janeiro 19, 2010 às 9:05 am #

    Pelegrini,

    Esse post sobre essa barbaridade de Juthay é verdade? Se for, merece um post principal!

    Saudações,

    Ana Maria

  7. pelegrini janeiro 19, 2010 às 9:47 am #

    Respondendo ao Professor Ademilton que postou esse comentário e Ana Maria que perguntou se era verdade. Encontrei essa resposta sobre a acusação ao parlamentar Jutahy Magalhães: http://www.e-farsas.com/corrente_jutahy_junior.htm

    Abraço,

    Pelegrini.

  8. Eleitor Tolinho janeiro 19, 2010 às 10:21 am #

    Puxa vida Drª Kremildes eu vinha buscando essa resposta há anos, pois era uma dùvida que TINHA ( não tenho mais graças a senhora DOUTORA PHD MEGA PLUS ).
    Deixa ver se entendi: Os corruptos do PT não podem ficar no governo que, segundo a senhora, são praticamente analfabetos, e podem até “manchar” a técnica apurada que tem o pessoal dos partidos de direita tem de se corromper.
    Ou seja, pelo seu comentário, a doutora phd mega plus é até favorável à corrupção, desde que PRATICADAS pelos poderosos técnicos e compententes dos partidos de direita.
    Também acho, assim eles ( os técninos e competentes ) roubam muito mais e ainda podem colocar a culpa nos analfabetos do PT.
    Doutora phd mega plus, a senhora é tão legal.
    A senhora poderia me indicar um candidato a deputado em quem eu possa confiar? Aproveite indique também um para o senado, um para governador e outro para a presidência da República. Claro TODOS de direita e competentes corruptos, por favor.
    Continuo tão tolinho…

  9. Fábio janeiro 19, 2010 às 1:06 pm #

    Pois é Pelegrini,

    Além deste antigo projeto do nobre político baiano, tem o projeto de Lei 265/2007, do senhor Paulo Maluf, conhecido por “Lei da Mordaça”, que estabelece condenações a membros do MP que cometam “perseguições” ou por “má fé” quando, no exercício da função, investigarem pessoas tão honestas quanto ele. Se não me engano,no MP de Minas Gerais, já existe um certo “controle” nas ações dos Promotores de Justiça.
    Já em Salvador, numa entrevista de rádio semana passada, o sub-gerente municipal, Srº João de Tal, disse que se a justiça parar de embargar as obras, o metrô sai ainda este ano já que, segundo ele, 98% das obras já foram concluídas e o superfaturamento teria ocorrido no início das obras, ou seja, há mais de dez anos e, portanto,não é problema dele. Agora, vá ao Bonocô e veja os 98% das obras prontas…

  10. Lucas Reis janeiro 19, 2010 às 4:41 pm #

    Profª Dra. Kremildes disse:
    Na direita pelo menos tinham técnicos, pessoal competente… Agora vemos sindicalistas ocupando lugares de técnicos e no que deu??????????????????????????????????????????????? ESSA VERGONHA!
    Sinceramente acho que vivo em outro estado. Se a direita, que governou nosso estado por 16 anos, tinha técnicos qualificados, por que então a Bahia, encontrada pelo governo Wagner, tinha os piores indices sociais do país? 2 milhões de analfabetos, a pior saúde do Brasil, universidades estaduais extremamente sucateadas, estradas em situação deplorável, entre outras inúmeras coisas que poderia citar.
    Me corrijam se eu estiver errado, aliás,por gentileza, citem os nomes dos técnicos competentes dos governos da direita, por que sinceramente, não os conheço.
    Porém, difícil mesmo é reconhecer que os sindicalistas são melhores, ou melhor, talvez não se trate de ser melhor ou pior, creio que trata-se de prioridades. É isso que percebo nesse governo, uma verdadeira inversão de prioridades, prova disso são os programas socias: Água para todos, Topa, Segundo tempo, etc…etc…etc…

    Pelegrini meu caro, um grande abraço e mais uma vez parabéns pelo sucesso do seu blog, pois apesar de não concordar com alguns posicionamentos editoriais, sobretudo com relação ao governo, sou capaz de reconhecer o empenho e a inteligência de quem o faz.
    Voltarei assim que der…
    até mais

  11. pelegrini janeiro 19, 2010 às 5:02 pm #

    Ok Lucas, muito obrigado!

    Lucas, os indices não melhoraram não. Estou certo? Você já viu como aumenta demasiadamente a criminalidade em nossa Bahia? E o problema do “crack”, que o carioca só fala: “Tá demais”? Acho que está na hora dele pegar o banquinho e sair de fininho. Aqui não é a praia dele, a praia dele é “Copacabana”, lugar de carioca debochado, sem o que fazer.

    Abraço amigão,

    Pelegrini.

  12. Lucas Reis janeiro 19, 2010 às 6:13 pm #

    Então Pelegrini, com relação ao que disse sobre os indíces, precisamos reconhecer algumas coisas, independentemente de filiação partidária, ou desafetos por um ou outro político.
    É inadimissível por exemplo não reconhecermos os avanços do governo Wagner, na saúde 27 hospitais foram reformados, 5 construidos, o secretário Jorge Sola tem um diálogo aberto com os trabalhadores em saúde, o que garantiu a inexistencia de greves nesse perioso. Quanto ao analfabetismo, 460 mil baianos já foram alfabetizados nos 3 anos de governo, número que pode dobrar até o final de 2010,na educação profissionalizante o número de vagas foi de 5 para 30 mil em tres anos. no que diz respeito a geração de empregos, mesmo com um ano de crise o saldo é positivo no balanço entre demissões x contratações. na educação superior, e disso eu falo com propriedade por ser aluno da UNEB, houve um incremento orçamentário que permitiu a UNEB sanar dívidas antigas e concluir obras até então esquecidas por governos anteriores, como o campus de Valença que está em fase de conclusão. Sou um duro crítico da politica de educação superior do governo mas, de fato percebo avanços, inclusive no final do ano passado foi enfim lançado o edital do concurso pra professores, algo que não ocorre desde 2005, lembrando que em 2006 foram criados 26 novos cursos na universidade, direito em valença é um deles, pelo governo paulo souto sem nenhuma previsão de p´rofessores, o que acarretou em todos aquele problemas vividos pelos companheiros em Valença.
    O Programa Água para Todos, levou água de qualidade e saneamento básico para 2 milhões de baianos que não tinham acesso ao serviço, bem como o programa Luz para Todos, que garantiu energia elétrica pra quem não sabia sequer o que era uma lâmpada e hoje tem geladeira, TV entre outros aparelhos. O governo recuperou mais 1500 km de estradas no estado entre outras ações que poderia elencar, e que farei se solicitado for.
    Me perdoe Peleh, por me alongar tanto mas, considerei necessário.
    Um abraço a tod@s
    Lucas reis
    DCE – UNEB
    Partido dos Trabalhadores

  13. pelegrini janeiro 19, 2010 às 10:46 pm #

    Meu amigo Lucas falou muito e apurado, só não falou em relação a segurança pública, ao aumento da criminalidade. Outra coisa Lucas: o cara não vai deixar de roubar porque aprendeu a ler no TOPA. O problema da criminalidade está relacionado aos problemas sociais, isso é sinal de que alguma coisa está errado… E muito errado. Espero que o amigo não volte a toimar duas telas como da última vez mudando de assunto novamente. Criminalidade! Eu falei criminalidade meu amigo Lucas!

    Abraço,

    Pelegrini.

  14. Prof. Ademilton janeiro 20, 2010 às 1:51 am #

    A criminalidade meu caro Pelegrine é um problema que começou cerca de 15 anos atrás. Preste atenção os marginais de hoje eram as crianças do tempo de ACM sem acesso a educação. Logo fica difícil para o governo atual sanar uma ferida que não foi aberta por ele. Um dos primeiros passos para diminuir o índice de criminalidade é levar educação para o povo, mas você só verá os efeitos a longo prazo.

    Enquanto ao ctrl+c e ctrl+v vi a pesquisa que você fez e peço desculpas por ter postado sem antes verificar a origem. Ainda que eu não ache que seja totalmente mentira…

    Profª Dra. Kremildes

    Eu sou apenas um professor ainda longe de ser doutor, mas quando chega lá espero não achar que pra ser político esperto eu tenha que saber roubar sem fazer estardalhaço. Doutora depois pesquise pra descobrir quanto FHC gastou pra abafar os escândalos durante o governo dele. Enquanto o analfabeto que está longe de ser doutor colocou o Brasil sob os holofotes e deixa a Polícia Federal fazer o trabalho dela e a mídia que não ganha nada dele pra abafar os escândalos metem o pau no ANALFABETO QUE NÃO PRECISA SER DOUTOR

  15. pelegrini janeiro 20, 2010 às 7:29 am #

    Professor Ademilton, essa desculpa de dizer que os bandidos são herança de ACM não cola. Vandré ja dizia em sua canção: “Quem sabe faz a hora não espera acontecer”. Falta de competência tem outro nome.

    Abraço,

    Pelegrini.

  16. Lucas Reis janeiro 20, 2010 às 1:12 pm #

    Ok Pelegrine, vou dizer o que penso do problema da segurança pública, até porque não costumo fugir de debates.
    Quando trouxe dados de programas como o TOPA, da política de educação profissionalizante entre outros, quero dizer que está ai o problema da segurança pública.
    Explicarei: Meu companheiro Pelegrine, façamos então uma pesquisa com os “marginais”, perguntemos a eles qual o seu nível de escolaridade, se eles são profissionais de alguma área, se eles tiveram a oportunidade de ingressar numa universidade pública ou particular, ou se encontrou estágios, empregos ao completar 16, 17 anos. Veremos meu caro, que a imensa maioria deles não encontrou oportunidades na vida escolar e profissional, se rendendo assim criminalidade.
    O que quero dizer com isso? Quero dizer que Política de segurança pública, na minha concepção, está para além da quantidade do efetivo policial do estado, por que se for isso, o Governo já contratou 3200 policiais militares e ainda há mais 3.000 em treinamento e que até março estarão nas ruas.
    Politica de segurança pública se faz com Educação, e o TOPA é sim importante pra isso. Mas não só ele, a ampliação de vagas no ensino profissionalizante talvez seja ainda mais importante, o acesso a universidade, etc. se faz também com arte, daí a importancia do incentivo a cultura, ds festivais artisticos juvenis promovidos pela Secretaria de Educaçaõ como o FACE o TAL o MOVA, entre outros. Faz-se também com combate ao consumo das drogas, principalmente do crack que hoje talvez seja o maior problema da criminalidade, no que diz respeito a isso, a secretaria de Justiça,Direitos Humanos e Cidadania está lançando um programa de combate a essa droga, que foca principalmente a educação, o esporte e a arte como saída.
    mas, enfim Pelegrine, sou capaz de reconhecer que há alguns equívocos por parte da Secretaria de Segurança pública na condução da política para o setor, porém faz-se necessário uma maior reflexão da nossa parte para avaliar a quem servirá esse discurso reproduzido cotidianamente por programas sensacionalistas na TV eno Rádio, provavelmente chegaremos a conclusão de que servirá apenas a quem são os principais responsáveis pelo difícil momento que o estado passa no que tange a segurança pública.

    Novamente peço desculpas por tomar duas telas, como vc mesmo disse (rsrsrs) mas, acredito que dessa vez falei sobre o que foi questionado.

    Um forte abraço a tod@s,

    Lucas Reis
    DCE UNEB
    Partido dos Trabalhadores

  17. Ana Maria janeiro 20, 2010 às 1:42 pm #

    Eu sou a secretária da Profª Dra. e gostaria de pergunta-lhe digníssimo professor – ALGUÉM FALOU EM ANALFABETISMO? A Profª Dra. chamou seu guru e mestre de analfabeto? Minha nossa, esse discurso enfadonho e repetitivo ainda é do tempo que o Lula era povo… E isso é velho demais! Atualize-se, por favor!

  18. Ana Maria janeiro 20, 2010 às 1:46 pm #

    Lucas, vc vive no país dos PETRALHAS, por isso não enxerga as coisas… Entendo isso… LAVAGEM CEREBRAL!

  19. pelegrini janeiro 20, 2010 às 2:46 pm #

    Aprovado Lucas, você é um petista de linha, não foge às regras, sabe se defender dos ataques. Só tem um problema: não fique pensando que nós vamos achar que o mesquinho TOPA irá resolver o problema da criminalidade do nosso estado. Seria até ingenuidade da nossa parte achar que que um programinha desse (que serve para encher os bolsos de donos de faculdades) poderia superar o MOBRAL.

    Meu amigo Lucas, você é forte, criado com picolé de tapioca, o melhor que existe no Brasil, mas dê o braço a torcer pelo menos uma vez. Tire esse salto alto, não fica bem em você. Está parecendo Kadu e Alex.

    Aproveitando: o que foi que houve com a UFRB, que o prefeito hoje reuniu seus cupichas para doar um terreno para contruir a faculdade. Mas já soube através da coluna de Levi Vasconcelos que não vai ter mais faculdade nenhuma?

    Abraço amigo,

    Pelegrini.

    PS: Se você tiver acesso ao governador diga a ele que tenho umas idéias para acabar com a violência na Bahia. Falo Sério!

  20. Prof. Ademilton janeiro 20, 2010 às 3:47 pm #

    Sua patroa Ana Maria faz comentários com toda empáfia que o DOUTORA dela pode sustentar. Se eu quisesse também usaria minhas graduações aqui para me manifestar, mas não preciso disso.

    Acho que quem precisa se atualizar é você. Leia um pouco mais e você verá que ninguém fala do Presidente da Republica Federativa do Brasil sem falar que ele é analfabeto, mas que bom que ele é, pois o outro com suas graduações não conseguiu enxergar o povo.

  21. Lucas Reis janeiro 20, 2010 às 4:07 pm #

    Pelegrini, Não é salto alto, é simplesmente o que penso. Sei que o governo avançou pouco em algumas áreas, mas também sei que de longe fazemos um governo melhor que os 16 anos de coronelismo em nosso estado.
    Sou um duro crítico de algumas políticas apresentadas pelo governo, em diversas áreas, educação superior é uma delas, mas Peles, precisamos elucidar: Somos muito melhores que governos carlistas que nos antecederão.
    Sobre o TOPA, não acho que resolverá todos os problemas da criminalidade, mas também não concordo que seja mesquinho. Mesquinho pra mim é uma oligarquia que dizia “AMAR A BAHIA” permitir que 2 milhões de baianos fossem cerceados do direito de ter acesso ao letramento.
    Quanto ao acesso ao governador, não tenho não, mas salvo engano, haverá ainda este ano uma conferencia de segurança pública em que a sociedade pode propor ações para o setor. Inclusive Pelegrine, pra não perder o costume, (rsrsrsr) esse instrumento democrático de colocar a sociedade e o poder público juntos, pra debater ações e politicas públicas foi inciativa de governos encabeçados pelo PT. No Brasil com LULA e na Bahia com Wagner!!!!

    Forte Abraço a tod@s

    Lucas Reis
    DCE UNEB
    Partido dos Trabalhadores

  22. Prof. Ademilton janeiro 20, 2010 às 4:15 pm #

    Pelegrini já percebi a muito que não adianta muito argumentar com você sobre o governo de Wagner. A herança é de ACM sim basta você refletir um pouco e seguir a lógica. Onde foi parar as crianças que não tiveram acesso a educação?

    Obs: desconsidere o outro comentário semelhante a esse.

  23. pelegrini janeiro 20, 2010 às 7:03 pm #

    Professor, esquece ACM, acho que nem seus ossos existem mais, o momento é esse, se for para ficar dizendo que tudo de ruim é herança de ACM aí ninguém vai fazer mais nada. Quero ver esses cariocas é trabalhando fazendo algo de bom, ou então sai e deixa eu mandar.

    Abraço,

    Pelegrini.

  24. Gegeu janeiro 20, 2010 às 9:45 pm #

    Geddel fala do avô de ACM Neto, o senador ANTÔNIO Carlos Magalhães
    ”Não quero mais esse fanfarrão mandando na República. Ele está morto. Com a morte do Luís Eduardo (deputado, filho de ACM, falecido em abril de 98), ele perdeu a alma”, disse Geddel.

    ”O canalha (ACM) disse que comprei um avião. Eu já provei que aluguei e paguei. Ele usa como provas documentos públicos, escrituras públicas, declarações de Imposto de Renda. Está tudo lá”, afirmou o peemedebista Geddel.

    ”Ele está tomando Viagra demais e Lexotan de menos”, disse Geddel.

    ”O ACM está acabando como tantos outros, como Pinochet”, afirmou o líder do PMDB, referindo-se ao ex-ditador do Chile.

    Geddel fala do Governador Jaques Wagner
    “A polícia já foi acionada para saber quem é essa figura? É operador de quê? A mansão que estaria construindo, segundo o jornalista, em Alphaville, sem lastro financeiro, seria fruto dessas operações?”, indagou Geddel.

    GEDDEL fala da eleição do Esporte Clube Bahia
    A propósito de uma suposta disputa entre PT e PMDB nas eleições do clube, Geddel foi taxativo: “Sobre o candidato que seria supostamente do PT, o Reub Celestino, é uma pessoa ligada a mim. Quem indicou ele pro cargo que está fui eu, portanto, pode até ter briga PMDB e PT, mas não nesse campo”, decretou o ministro.

    GEDDEL, sua indicação para o Ministério do governo Lula com apoio de Jaques Wagner
    O deputado disse que é natural cogitarem seu nome “por ter respondido por sete anos pela liderança do PMDB, presidindo comissões importantes na Câmara e relatando projetos, além de ter participado ativamente da campanha vitoriosa de Jaques Wagner (PT) ao governo da Bahia”.

    Geddel fala sobre as eleições e derrotas do grupo Carlista e do senador César Borges
    “O carlismo é hoje uma Ong em desagregação”, disse Geddel, referindo-se não só às derrotas sofridas pelo PFL, em 2004, nas eleições para prefeito em Salvador e, em 2006, para o Senado e o governo do Estado, como à crise que sucedeu à mudança do nome do partido para Democratas e culminou com a saída do senador e ex-governador carlista César Borges para o PR.

    A movimentação de Geddel indica que ele pretende acolher a orfandade à sombra de sua autoridade de ministro e de “chefe de partido” aliado dos governos federal e estadual. O ministro parece gostar da expressão “chefe de partido”. Usou-a três vezes em seu contato com o Valor. Perguntado se tentou atrair César Borges para o PMDB, Geddel respondeu: “Não o procurei. Ele (César Borges) incorpora todos os defeitos do carlismo. Morto o dono do estilo, eu não iria chamar para o PMDB quem quer preservar esse estilo.”

    Geddel fala de João Henrique e impõe sua candidatura única para o governo do Estado mesmo se o nome de João Henrique estiver melhor avaliado:
    Ministro, e se João Henrique decidir disputar com o senhor a candidatura à sucessão de Wagner? Geddel responde sem cerimônia: é um direito dele. Entretanto, de acordo com o prefeito essa conjectura só faria sentido se o PMDB já não tivesse em Geddel o nome para lançar-se ao comando do Palácio de Ondina. E já que é assim, não há razão para insistir. Há, contudo, fortes buxixos sobre a eventual saída de João do Palácio Thomé de Souza em 2010, embora essa não seja uma partida que interessa ao PMDB.

    Governo Wagner e PT se assemelham à ACM, diz Geddel
    Ontem (10/11) entrevistei por telefone o ministro Geddel Vieira Lima. Na entrevista, o ministro falou de vários temas, entre eles a polêmica charge de Cau Gomez, a termelétrica de Sapeaçu, usina nuclear, políticas afirmativas, governo Wagner e o apoio do PDT ao governador. O ministro Geddel comparou as atitudes do PT baiano àquelas tomadas por Antônio Carlos Magalhães. E fez uma série de críticas à administração petista na Bahia. Por Charles Carmo.

    Geddel e o banqueiro Daniel Dantas
    O Ministro Geddel Vieira Lima mereceu – segundo a Satiagraha – agradecimentos calorosos, porque ajudou Dantas a receber o cala-a-boca de US$ 1 bilhão com a BrOi.

  25. Prof. Ademilton janeiro 20, 2010 às 9:59 pm #

    Pelegrini para goverdador! [:

  26. Assim não dá janeiro 21, 2010 às 12:12 am #

    Pelegrini, esse negócio de dizer “quero ver esses cariocas é trabalhando” é coisa de baiano preguiçoso.

  27. Eleitor Tolinho janeiro 21, 2010 às 11:19 am #

    POR FAVOR, alguém sabe onde encontrar ( no Brasil é claro )um PARTIDO POLÍTICO, de pessoas honestas e compromissadas UNICAMENTE com o POVO.
    Pelos comentários do blog, acho que esse partido existe. Alguém poderia informar qual?

    Ouvi dizer que há um partido assim, lá em São Paulo. É um tal de PDB – Partido Da Boquinha.

    Estou aguardando, pois sou tão Tolinho.

Deixe uma resposta