ESTUDANTES DA UNEB OCUPAM REITORIA

atarde online

A reitoria da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), no Cabula, foi ocupada ontem por estudantes do campus do município de Valença. Com colchões e barracas, eles passaram a noite no prédio, de onde só pretendem sair depois de conseguirem o compromisso do governo de viabilizar a ampliação do quadro de professores da instituição.

Hoje, está prevista uma reunião dos estudantes com o secretário estadual de Educação, Adeum Hilário Sauer, ao meio-dia. “Não tem o café com o presidente? Nós vamos almoçar com o secretário”, brincou o estudante de Direito Yuri Almeida. Ele contou que, “brincadeiras à parte”, a situação da universidade é muito grave com a falta de professores. Segundo a sua colega, Virgínia Valadares, o curso de Direito, em Valença, tem 28 disciplinas em atraso por causa disso.

A ocupação da Uneb, que tem 24 campi (sendo um em Salvador e 23 no interior), começou na semana passada, com a mobilização de estudantes dos campi de Bom Jesus da Lapa, Caetité e Guanambi, que criaram o movimento “Alto Sertão”. Já os de Valença se juntaram aos demais com o movimento intitulado “Professores Já”.

concurso público– A principal reivindicação dos manifestantes é a aprovação da lei que instituirá a realização de um concurso público para provimento de vagas. Igualmente interessado no projeto, o reitor da Uneb, Lourisvaldo Valentim da Silva, informou que o assunto tramita desde 2006.
“O movimento é justo. Eles têm toda razão”, disse ele, afirmando estar otimista com o resultado da reunião de hoje, na secretaria de Educação.

Segundo o reitor, o déficit de professores é estimado em 300 efetivos. Ontem, um edital para seleção abriu inscrições para 200 professores substitutos. “Mas isso só resolve temporariamente”, afirmou.

Comentários { 0 }

O VEREADOR BERTOLINO DE JESUS VOLTA A ATACAR.

Não vou dizer aqui que não falo e nem escrevo pérolas, todos nós somos propensos a danadinha. Agora tem umas que não tem como deixar passar, e o nosso vereador Bertolino de Jesus sempre nos premia com as suas. De tão corriqueiras ele já ganhou o nome aqui no nosso blog de: “A Ostra”.

O estudante de direito da UNEB, Carlos Eduardo (Kadu), foi até a câmara de vereadores, na terça-feira, pronunciar sobre a paralização do Campus XV. Levou ao conhecimento do legislativo a precariedade da estrutura do departamento. Após a explanação de Kadu, o vereador Reginaldo Araújo questionou critérios técnicos para abertura de novos cursos; acentuando ser necessário apenas a vontade política. Na oportunidade ressaltou o nome de João Cardoso (falecido), como um grande lutador para trazer uma universidade para Valença. O nosso querido vereador Bertolino de Jesus (a ostra), aproveitou a deixa do vereador Reginaldo Araújo, e disse: “Apesar da deficiência intelectual que João Cardoso tinha, ele era um homem cheio de boa vontade”.

Olímpicos e paraolímpicos, agora, intelectuais e paraintelectuais.

Comentários { 12 }

VIZINHO RAMIRO, SUAS EMPRESAS PAGARAM O IPTU E A TLF CORRETAMENTE?

Que bom saber que o nosso dinheiro do IPTU serviu pra tanto, reformas de escolas, restauração de estradas vicinais, reformas de praça e abertura de posto odontológico. Agora eu quero saber que fim teve o dinheiro que foi destinado pra isso tudo…

Prefeito bom faz assim: mostra a receita e a despesa e depois manda a população conferir as notas para ver se não tem gato. Agora ficar fazendo cartinha de agradecimento e pedindo para a população perguntar ao vizinho se ele colabora com o desenvolvimento do município… Isto para mim é palhaçada, coisa de prefeito pobre de espírito, que não tem o que fazer, aliás o que fazer ele tem muito com o nosso dinheiro em benefício próprio.

Prefeito que tem vergonha na cara cumpre as promessas de campanha, inclusive o slogan de campanha que sugere a parte mais positiva. No caso de Valença o slogan da campanha do senhor Ramiro Campello, que foi “Mutirão por mais emprego”, e ele num desrespeito total a população que acreditou nele, fez questão de logo que ganhou a eleição demitir uma boa quantidade de funcionários de uma concessionária de motocicletas de sua propriedade.

Vou fazer ao senhor a perguntinha, sugerida pela carta de agradecimento: as suas empresas pagaram o IPTU, e as TLFs? Mostre a população.

Comentários { 5 }

“A RAPOSA E AS UVAS”.

Em uma cidade da Bahia, o presidente de um partido abriu um processo eleitoral contra um prefeito. Desde o dia em que esse processo vem tramitando na justiça que esse presidente de partido não consegue dormir, ora sendo procurado pelo assessor jurídico desse prefeito, ora pelo próprio prefeito. segundo o presidente do partido que abriu o processo, eles vêem oferecendo dinheiro, cargos nessa prefeitura, e até mesmo motocicletas potentes.

O presidente do partido que abriu o processo, disse que recebe diversas ligações por dia. Ontem mesmo ele estava sentado aqui na porta da nossa sorveteria juntamente com seu advogado, o candidato a prefeito que ficou em segundo lugar na disputa das eleições e um vereador. O seu celular tocou diversas vezes, e todas as vezes ele disse que era o tal assessor jurídico dessa prefeitura. Relatou que o assessor o procura desde cedo todos os dias, desde ás 6:00 horas da manhã, e que todas as vezes que o procura sempre leva um pacote de dinheiro, e que essa quantia é em torno de R$50.000,00 reais, dizendo sempre: “tá aqui o homem mandou lhe entregar esse dinheiro, mas disse que você só deve gastar depois que o processo estiver totalmente retirado”.

Eu acho muito pouco se for verdade, depois esse prefeito é um mega-empresário, tem condições de oferecer mais, tipo R$1.000.000,00 de reais. Outra coisa, esse prefeito é um homem sem palavras, esperto, sabido, maquiavélico, vai lá que esse presidente do partido retire a queixa e receba os R$50.000,00 reais, com certeza ele só vai gastar o dinheiro depois que o processo for designado como retirado definitivamente e que não sofrerá mais ameaças de que possa vir a ser reativado. Ai ele vai descobrir que as notas que ele recebeu eram falsas, e de quebra esse prefeito ainda vai na delegacia denunciar o presidente do partido por falsificação de cédulas, sem contar que o presidente do partido arranjou um arranca rabo com um funcionário da prefeitura, e o prefeito já mandou esse funcionário descer a madeira no presidente do partido.

Sei não presidente do partido, se eu fosse você eu pensaria melhor, tomaria mais cuidado nas decisões que porventura você venha a tomar em favor do certo prefeito. Você conhece muitas vítimas desse prefeito. Já pensou você atrás das grades respondendo processo por falsificação de cédulas e de quebra com a cara quebrada pelo funcionário da prefeitura?

Na despedida dele ontem a noite, o telefone tocou de novo, e ele disse para a gente: “é o assessor jurídico de novo, dizendo que está me esperando na porta lá de casa”.

Juízo!

Comentários { 2 }

RELAÇÃO DOS GANHADORES DA PROMOÇÃO.

Fotos do Kit Promocional 012

Os ganhadores da promoção: SORVETE COM CULTURA ; O SEU DIA MAIS INFORMADO, foram:

LEIDE DAIANA

ELSON PASCOAL

LÚCIO CARDOSO

ISAAC MALTA E

TIÃO PAVAROT.

Agora venham buscar os seus brindes a partir de segunda-feira. O kit contém: 5 potes de sorvete, e mais 10 picolés de sabores variados.

Parabéns a todos! E continuem comentando. Não esqueçam que o comentário só vale pra uma semana, e quanto mais você comenta mais chances tem de ganhar.

Um abraço!

Comentários { 11 }

ETERNO NAT.

Domingo é dia de relaxar, nada melhor que fechar os olhos nessa música e lembrar do tempo de garoto, do velho rádio de válvula, sintonizado na Rádio Mundial do Rio de Janeiro…

Para mim, a boa lembrança é o melhor estado de espírito.

Comentários { 3 }

SAIONARA COMENTA SOBRE O MOVIMENTO E DESABAFA SOBRE UM COMENTÁRIO.

A estudante de direito da UNEB, Saionara Ribeiro, manifestou-se sobre um comentário enviado a este blog e fez uma explanação sobre o movimento; “Professores já”.

A íntegra do seu comentário:

Saudações a todos,

Gostaria de aqui deixar resgistradas algumas considerações acerca do Movimento Professores Já, quero principiar informando que não tenho por fito fazer nem a crítica vazia, nem o elogio descabido, afinal, tais posições só podem ter como origem ou um espirito obtuso ou uma mente bajuladora.

Bem, sou estudante do sétimo semestre do Bacharelado em Direito da Universidade do Estado da Bahia e, como tal, logicamente partidária e ativista do movimento em questão já que, inegavelmente, na qualidade de estudante deste Campus, conheço a realidade sobre a qual aqui venho versar.

Temos um quadro desesperador em nossa unidade, a biblioteca não dispõe de um acervo que possa minimamente atender as necessidades dos acadêmicos, temos apenas dois professores efetivos, no caso específico de Direito, realidade não menos delicada que a enfrentada pelo curso de Pedagogia, temos graves problemas com relação ao quadro de servidores, sofremos todos com a “cultura do REDA ” que vem lançando, a muito tempo, para horizontes distantes a possibilidade de efetivação de funcionários.

Estes são apenas alguns dos problemas com os quais o corpo desta Universidade tem sofrido, a união dos estudantes e as ações advindas dessa união convergem exclusivamente numa única direção: sanar essa doença estrural que faz padecer a UNEB, patrimônio do povo bahiano e pontualmente do Campus VX, patrimônio da comunidade valenciana, toda parabenização é mais que devida aos estudantes deste bacharelado e ao Diretório Acadêmico de Direito que cumpriu e cumpre a sua função, a sua razão de ser. Aguerrido, valente, propositivo, este diretório bem como muitos estudantes de Pedagogia, são merecedores de respeito, de todo respeito e congratulção. Muito além de falar, eles estão fazendo.

Lí um comentário que falava sobre os”petistas de carteirinha” que estavam na passeata realizada ontem e a completa censura que a escritora em questão tinha ante este fato. Até então, sem fazer qualquer consideração de mérito, não me pus a pensar, nem com desacordo nem com acordo, sobre a presença dos “petistas de carteirinha”, até porque, aguardava que algumas linhas abaixo encontrar-se-ia o relato, desta autora, sobre sua participação no movimento, alguma coisa que marcasse a legitimidade de sua crítica, alguma coisa que norteasse a sua postura opositora frente a política adotada por este partido, no caso o PT ou pelos militantes que lá estavam a conclamar a sociedade mesmo estando atrelados a tal grupo político, esperava que uma crítica tão marcadamente “politizada” se fizesse fundamentar numa ação, concreta e visível, uma alternativa a esta postura, qualquer coisa que mostrasse, a nos leitores, a mente crítica e produtiva que naquele momento denunciava a contradição, entretanto, o comentário chegou a seu e fim e nada mais pode ser lido além de um debochado brado de ” Viva a Democracia”.

Neste ponto, me pus a refletir…cheguei a uma conclusão, esta, diga-se de passagem, única possivel: Inútil !

Comentários como estes são ridículos e completamente inúteis !
Bom seria se quem os fizesse gastasse o tempo empregado na construção desta “denúncia” em coisas minimamente mais úteis, criticar sem nada propor, sem nada fazer é coisa dispensável, como bem nos ensina a sabedoria popular ” muito ajuda quem não atrapalha”; eu sou absolutamente contrária a este governo a que estamos submetidos, contrária a postura hipócrita do Partido dos Trabalhadores e, por extensão, a este governador e sua “política de governo”, com mais precisão ainda, digo-vos que hoje me vejo forçosamente contrária não só a esta postura político-partidária e seu “plano de governo”, mas a todas as outras que temos como alternativa de liderança partidaria já que, recorrendo mais uma vez aos adágios papulares, são todos ” farinha do mesmo saco”.

A questão é que nas manifestações do povo, manifestações que nascem sem a mácula desta ou daquela bandeira partidária, se mostra o espirito puro da organização em busca do bem coletivo, a luta social na sua faceta mais essencial,e é justamente aí que aqueles que se posicionam de forma contrária podemos mostrar a sua indignação, o seu incorformismo e seu desejo de lutar pelas mudanças, aliás, estes já são os campos de lutas.
Vergonhoso, muito vergonhoso, ridículo ! Critique, isso vale, aponte, mas não se guarde comoda e anonimamente no trono mofo de quem só é capaz disso fazer, mas, se você realmente perceber esta sua limitação, conduza essa sua “qualidade” a algo menos prejudicial a sociedade, não sei bem o que poderia ser, creio que só posso dizer para a senhora um “vá procurar o que fazer “.

O movimento luta por professores no Campus, luta por causa nobre, justa e indefectível, quem quiser criticar, por favor, o faça, porém, tenha a mínima hombridade de o fazer de forma construtiva, propositiva, se assim não o for, deixo aqui, por extensão, o meu conselho: “vá procurar o que fazer “.

Atenciosamente,
Saionara Ribeiro.

Membro da comissão de Comunicação do Movimento Professores Já, Representante do Diretório Acadêmico de Direito na cadeira de Ensino Pesquisa e Extensão.

Comentários { 6 }

UNEB FAZ CAMINHADA PELA EDUCAÇÃO.

image No dia 18 de março, estudantes da Universidade do Estado da Bahia – UNEB foram às ruas de Valença em passeata reivindicar concurso público para professores, uma melhor infra-estrutura para o prédio, melhorias no acervo bibliográfico e conseqüentemente uma melhor qualidade na educação. Participaram da “Marcha pela Educação” o diretor do Campus XV Paulo José Gonçalves de Souza, os funcionários do referido Campus, professores e representantes da sociedade civil. É importante enfatizar que a UNEB encontra-se em uma situação bastante complicada, além da falta de professores que ocasiona o atraso na formação dos estudantes, o Campus sofre com inadequação no quadro de funcionários para atender a demanda, enquanto isso o governo abre concurso para Regime Especial de Direito Administrativo – REDA, deixando de efetivar concurso público.

A caminhada percorreu as ruas de Valença, interrompeu o tráfego, mas ainda assim, foi muito bem recebida pela população que aplaudia a todo tempo, confirmando a insatisfação mediante o ensino publico em nosso Estado.

“Se quisermos uma educação verdadeiramente pública e de qualidade devemos entrar nessa luta”

C. Carvalho.

Comentários { 5 }