Archive | outubro, 2019

AGRICULTURA, ESCRAVIDÃO E INDUSTRIA: UMA ABORDAGEM DA ECONOMIA DO BAIXO SUL NO SÉCULO XIX

Curso de especialização em relações étnico-raciais e cultura afro-bnrasileira na educação/REAFRO.

Palestra ministrada pela doutoranda pela Universidade Federal Fluminense, professora Silvana Andrade, valenciana da zona rural, desde sua graduação na UNEB estuda as relações sociais, econômicas e a formação históricas no Baixo Sul especialmente Valença do sécvulo XIX e XVIII.

Dia: 13/11/2019 (quarta-feira) às 19:00h

Local: Sala Maria Felipa (antigo Colégio Conselheiro Zacarias)

Valença – Centro

Comentários { 0 }

VICE PREFEITO QUE MORA EM BIBLIOTECA, PRESIDENTE DA CÂMARA DENUNCIADA E VEREADOR QUE QUER 4 MESES DE RECESSO, TENTAM CASSAR EDIL QUE FICOU DOENTE

Vereador Aldo que ficou doente e não pode cursar seu mestrado está com a cabeça na guilhotinha por rabos de palha

Taperoá – O vereador Aldo fez vídeo ontem (30), relatando sobre o processo que pede sua cassação na Câmara de Vereadores de Taperoá. O acusado falou que o processo está completamente contaminado pois o mesmo é comandado pela presidente da Câmara Ana Gotto, a qual ele diz ter denúncias contra ela tramitando, e desaprova a forma como ela administra a Câmara em muitas situações; sobre o vereador Ulisses Dantas (relator do processo), contou que o mesmo teve a recusa por três vezes do voto dele para apoiá-lo como presidente daquela Casa, falou também de um requerimento feito por Ulisses que ele achou imoral e que se encontra sub-júdice no TCM, e contou do Projeto de Recesso idealizado por Ulisses e outros vereadores para que a Câmara voltasse a ter quase quatro meses de férias e ele foi contra; em relação ao vice prefeito Ticiano Mattos, ele disse que denunciou por morar no espaço da Biblioteca Pública Oscar Pinheiro, falou que desaprova isso, porque o espaço pertence ao estado e ao povo.

Aldo falou sobre as testemunhas do caso, a favor e contra, e disse estar tranquilo, pois suas testemunhas disseram que não viram nenhuma irregularidade de conduta. “Eu fiquei muito feliz com o depoimento de Doutor Josemar, o médico que me atendeu na época, pois ele disse que eu estava sim doente e ele me aconselhou sim, que eu saisse das minhas atividades, mas que de fato isso não era impeditivo, porque ele não me obrigava a me afastar de tudo, mas que sugeria que eu me afastasse pra que eu não ficasse mais doente”, relatou o vereador no seu vídeo.

Interessante esse fato de Taperoá, a primeira vez que eu estou vendo uma Câmara pedir cassação de um membro por uma coisa tão banal, falo isso porque aqueles vereadores tem coisas muito mais importantes para buscar uma cassação e não fazem, se olharmos para os desmandos do prefeito Rosival, dos descasos para com a cidade, vamos ver uma verddeira aberração e os vereadores estão preocupados com picuinhas interna.

O caso do vice-prefeito por exemplo, que supostamente mora dentro de uma biblioteca pública, eles não deram uma resposta dessa denúnica do vereador Aldo para a população, se a biblioteca é um terreno do estado ninguém sabe, porque os vereadores não se importaram em esclarecer isso para a população.

Aldo é vítima da incompetência dos seus pares, se botar chocalho nos errados lá dentro, ninguém dorme em um círculo de dez quilometros em Taperoá. As banalidades tomam conta do que é mais importante os vereadores não vão explicar porque o vice prefeito mora numa biblioteca pública, não vão explicar porque a presidente Ana Gotto carrega tantas denúncias feitas pelo vereador, e tampouco vão esclarecer porque Ulisses queria que esse Projeto de Recesso voltasse para 4 meses. Com certeza esses vereadores estão preocupados com seu bem estar, querem se dar bem e acabam esquecendo do povo.

Na verdade eles deveriam era ter vergonha dessas criancices, e deveriam ao invés de usar sessões da Câmara para cassar colega, usassem para cobrar e fiscalizar o gestor, que a essa altura deve estar rindo da cara deles, pois os casos graves não interessa a eles, vide a reportagem de Rádio Valença FM que denuncia o prefeito por não se preocupar com a população da Baixinha, que estão sem posto médico e sem asistência médica no local. Para isso ninguém dá resposta.

Resta ao povo taperoense marcar esses espertos que tentam enganar a eles com suas armas de matar cachorro morto para fugir da responsabilidade verdadeira, a de cobrar ao gestor. Pra mim, isso não passa de covardia.

 

Comentários { 3 }

ZEZINHO QUADROS É O MAIS NOVO PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO DE VALENÇA

Zezinho Quadros e Alcides Bulhões, juntos no próxmo pleito

Zezinho que ainda não tem partido, está tentando buscar uma sigla para entrar em campo e com isso já se somam quatro pré-candidatos, advogados, em Valença, Zé da Hora; Marcelo Miranda; Duda Monteiro, e agora, Zezinho.

Zezinho que é irmão do também advogado, Felipe Quadros, conta com apoio de uma boa parte de apoiadores do ex-deputado Hildécio Meireles, que tem um grupo aqui na cidade muito bem organizado.

Zezinho disse que ainda não tem o partido, mas seu grupo já está bem formado e doutor Alcides fará parte do jurídico da futura campanha de Zezinho.

Comentários { 11 }

JUCÉLIA E JAIRO APARECEM EMPATADOS EM ENQUETE VIA WHATSAPP

Ontem realizamos uma enquete pelo Whatsapp que durou uma hora, com 340 contatos votantes, esse foi o resultado: Jucélia com 24% e Jairo com 21% ficaram empatados tecnicamente em primeiro e segundo lugar. Em seguida aparecem, Ricardo com 10%, Duda com 10% e Ademir com 7%, também empatados tecnicamente em terceiro quarto e quinto lugares.

Joailton, Medrado e Zé da Hora que também ficaram empatados, cada um com 3%, são os nomes que chegaram agora e começam a busca pelo voto. Medrado é o único que disse que só decidirá se vai se candidatar em fevereiro do ano que vem. Nossa enquete apresenta também 20% de indecisos.

Há pouca diferença entre nossas enquetes e as supostas pesquisas que dizem terem sido realizadas na cidade, onde os pré-candidatos Jairo tem 42%, Jucélia 23% e Ricardo Moura com 8%. Nossos números batem com Jucélia e Ricardo, só diverge com Jairo, e os outros seis nomes que colocamos e não aparecem nessas pesquisas.

Comentários { 0 }

BRUNO QUEIROZ É O MAIS NOVO ENGENHEIRO AGRONOMO DE VALENÇA

O primogênito do casal Júnior e Idiêne Queiroz, o Bruno Borges de Queiroz fez sua colação de grau na Faculdade de Agronomia, em Cruz das Almas. Celebrando a mais nova conquista, o novo Engenheiro Agrônomo, Bruno Queiroz afirmou que “vai dar errado algumas vezes antes da dar certo, mais no final vai valer a pena”. Bruno agradece a todos os familiares, amigos por mais essa conquista e também agradece o apoio dos irmãos Breno e Gabriel.

A colação de grau aconteceu no ultimo dia 19 de Outubro, no Centro Pedagógico, em Cruz das Almas e a recepção ao mais novo Engenheiro Agrônomo será no próximo dia 9 de novembro, aqui em Valença para amigos e familiares. Mais um profissional no mercado de trabalho e parabéns Bruno Borges de Queiroz, o mais novo Engenheiro Agrônomo da Bahia!

Comentários { 0 }

CAIRU: DONA GRAÇA SUBIU NO TELHADO

A foto desafiadora, onde aparece dona Graça blusa vermelha), ao lado de Benedito Passos (camisa branca) e alguns membros do suposto terceiro grupo

A foto que está dando o maior buxixo nos últimos dias na política de Cairu, é essa onde aparecem juntos o ex-Secretário de Infra-estrutura, Benedito Passos, e a atual Secretária de Cultura do município, Dona Graça Peleteiro.

Nos bastidores dizem que dona Graça está se aliando a Benedito na construção de um chamado terceiro grupo político. Benedito que foi exonerado do cargo de Secretário há uns dois meses, por ter falado mal do prefeito Fernando Brito, em um áudio/pegadinha, similar a uma “câmera escondida”, foi taxado como traidor.

Passos que queria aproveitar da popularidade que Fernando goza, tinha certeza que seria o indicado para substituir ele na corrida eleitoral, mas foi fisgado pela língua grande e acabou exonerado porque Fernando não aceitou sua traição nos comentários que fez nesse áudio em relação à sua administração.

Se Benedito perdeu nessa sua exposição com o áudio, por outro lado, quem ganhou foi Fernando e o povo de Cairu, pois as obras da Secretaria de Infra Estrutura começaram a andar com o novo Secretário da Pasta, o senhor André Barreto, que tem um curriculum extenso.

No pouco tempo à frente da Secretaria, André já entregou uma praça novinha em folha no Galeão, está tocando um  mega-projeto da prefeitura que é a pavimentação de aceso ao Bairro do Zimbo e já está com outros projetos engatilhados, dando assim, uma oxigenada na administração de Fernando, para poder ficar mais a vontade no apoio de seu candidato.

Todos ficaram na expectativa que dona Graça ou Abdon Ché pudessem ser os indicados do prefeito, mas, depois dessa foto tirada no I Simpósio de Direito Eleitoral de Cairu (27/09), parece que Fernando não gostou muito da postura da Secretária que se deixou fotografar ao lado do ex-Secretário e tudo indica que ela também deverá “dançar”. Isto será de uma grande economia para o município, pois a Secretaria de dona Graça foi criada para lhe empregar.

É compreensível que isto aconteça, pois Fernando demonstrou fidelidade e apoio ao grupo, sempre, e de repente, começam a conspirar contra ele. Eu acho isso uma barbeiragem muito grande dessas pessoas que se dizem políticos maduros, ou então não sabem o que querem.

Agora restam os irmãos Ché (os últimos moicanos), Abdon e Maneca, para tentarem esse teste de resistência e ver quem irá ganhar a simpatia de Fernando. Se os comentários que rolam na cidade forem verdadeiros, é possível que dona Graça seja exonerada ainda hoje.

Comentários { 0 }

DEPUTADO DAL (PP) SAÚDA A TODOS OS SERVIDORES PÚBLICOS PELA DEDICAÇÃO NOS SEUS TRABALHOS

Comentários { 0 }

ENTREVISTA: EDMUNDO DÓCIO JÚNIOR FALA DE SUAS PROPOSTAS PARA IGRAPIÚNA

Edmundo Dócio Júnior, é igrapiunensse de 32 anos, filho de Maria Girlene e José Edmundo Dócio. Graduando em ciências contábeis, que sempre viveu as margens da politica do município de Igrapiúna, mas que nunca exerceu cargo público. Sempre participou indiretamente dos bastidores de campanhas eleitorais, até que em 2014 resolveu assumir o protagonismo e apoiar um candidato próprio a deputado federal nas eleições daquele mesmo ano. Deputado esse que, teve a segunda melhor votação da cidade e que assumiu um compromisso com ele de juntos trabalhar por uma Igrapiúna mais forte, esse projeto já abrangeria uma pré-candidatura a prefeito de Igrapiúna em 2016, mas esse projeto foi interrompido por que teve problemas de saúde e se afastou para tratamento no final de 2015 até outubro de 2019, onde retorna de vez para sua amada cidade para pleitear novamente o cargo de chefe do Executivo.

BLOG DO PELEGRINI:   Que razões levaram você a colocar seu nome à disposição para disputar a prefeitura de igrapiúna e você pretende se lançar através de qual partido?

EDMUNDO DÓCIO: Sempre fui uma pessoa leve de fácil dialogo principalmente mantendo minhas amizades independentes de posicionamentos políticos da partes deles com isso foi trabalhado minha imagem no sentindo de que meus amigos e conterrâneos conseguissem ver em mim uma pessoa que os representasse, por sempre olhar como pessoa pública e não partidária e ao longo dos anos foi criado um sonho e esse sonho foi amadurecendo com a necessidade de Renovar as políticas da minha cidade e do meu Pais. Pretendo me lançar candidato a prefeito, pelo  partido PSDB (Partido Social Democrático Brasileiro)

BP: Como você vê a atual conjuntura política de igrapiúna diante das várias especulações de possíveis pré-candidatos?

ED: Igrapiúna vive um momento muito delicado, onde as pessoas sentem falta de um Lider e representante que inspire confiança, além de que esse líder trabalhe para construir o município e não o seu próprio futuro. Por isso tudo varias pessoas se alto declararam pré-candidato sem avaliar nenhum tipo risco que isso pode ocorrer no futuro. Chamo de risco pelo fato de que, se um desses candidatos que não tem preparo intelectual e emocional vier a vencer a disputa, e não consiga fazer uma boa administração para tirar a cidade do fundo do poço, onde ela se encontra,  vai ser o momento mais delicado onde o nosso povo Igrapiunense irá passar.

BP: Como você recebe a informação de que o ex-prefeito Chico Roma está pré-candidato a prefeito, assim, se lançando contra o seu próprio grupo político que é a situação?

ED: essa informação pra mim ainda não tem sentido, o que eu vejo hoje é que o atual prefeito com todo seu desgaste politico entrou em um acordo para que o senhor Francisco lançasse a candidatura dele como candidato a oposição (fake),  para tirar um pouco o foco de tudo que ele já vinha tentando lançar e não deu certo. Ex: vice Jacson Régis, Secretária Lorena e vereador Nerinho. Todos fracassaram em suas tentativas. Para mim o Senhor Francisco está fechando o cerco como candidato de oposição, pegando todos aqueles insatisfeitos com o governo e que no final se aliará com o atual gestor, porque o Próprio Filho dele me disse que eles já tentaram uma conversa com o Leandro e o mesmo recuou, mas que esse é o objetivo, Juntar. E mesmo que não junte, Leandro e Francisco, o formato de gestão é o mesmo, com as mesmas peças que hoje se encontra.

BP: Seu pai Edmundo Dócio, foi prefeito de Igrapiúna, tem um legado importante e é conhecido em todas as comunidades da cidade. Você terá total apoio do seu pai nesse processo de campanha e como ele vê seu nome nesse preparativo de campanha?

ED: sem duvida nenhuma Edmundo hoje é o maior cabo eleitoral da cidade, e ele não só apoia minha opinião como é o sonho dele me ver candidato. Eu acho até que quando ele me deu o mesmo nome dele, ele já estava pensando nisso (risos). Nós dois vamos caminhar juntos, porém o meu formato de politica é novo e inovador para minha cidade. E meu foco vai ser em um secretariado com as mesmas vontades que eu tenho, de fazer diferente.

BP: Você já tem um plano de governo estruturado para Igrapiúna ou será algo aberto onde a sociedade civil poderá opinar e ajudar na construção e como será essa construção já que o período de campanha foi reduzido?

ED; O plano de governo ainda não está totalmente estruturado, mas está em construção, analisando todas as idéias inovadoras de lugares que vem dando certo e transformando para um modelo que caiba em nossa cidade. A sociedade pode e deve participar dessa construção, assim tenho certeza que vamos transformar esse modelo participativo uma referência em nossa região.

BP: Na sua visão qual o principal problema da cidade hoje?

ED; Minha opinião é que Igrapiúna sofre principalmente com a falta de economia para os pequenos comércios. Isso tudo se inicia quando o próprio salario do servidor publico está defasado e termina quando a cidade não cria nenhuma forma de lazer e diversão para que o comércio gire!

 BP: O que você acha da administração do atual prefeito?

ED; Esse governo criou muita expectativa de quem votou nele e não conseguiu cumprir quase nada de suas promessas de campanha, até o presente ano a atual gestão não assinou nenhuma obra pública com recursos próprios que tenha seu nome. O governo de oito anos foi baseado em reinaugurações e reformas do Governo de Edmundo Dócio.

BP:  O que o leva a acreditar que poderá vencer as eleições de 2020?

ED; Eu acredito na mudança e que o jovem igrapiunesse vê em mim uma chance da nossa cidade voltar a sorrir novamente.

BP: Se eleito for qual ou quais bandeiras pretende levantar em prol de Igrapiúna?

ED: Minha bandeira será focada em mostrar nossa cidade para a Bahia, mostrar nosso potencial turístico e movimentar o comércio local. A partir daí poderemos sonhar em desenvolver nosso município.

BP:  Como todos sabem o TCM – Tribunal de Contas dos Municípios divulgou relatório que detalham alguns problemas financeiros que vão sem dúvidas impactar nos próximos quatro anos. Com isso, um dos problemas é a dívida ativa municipal que somada fica em r$12.648.167,08. qual a sua proposta para enfrentar esse problema que só cresce?

ED: Esse sem dúvida é um problema muito preocupante, hoje eu já converso com algumas pessoas da área jurídica para que me mantenha informado sobre esse assunto, e vou me informando de como devo agir para sanar esse problema caso seja eleito em 2020.

BP: Qual a principal visão que o futuro prefeito de igrapiúna deve ter para enfrentar os desafios da administração pública que são vários?

ED: A administração pública tem que ser tratada como administração privada. Onde você tem Receitas, despesas e o lucro. Nossa maior fonte de receita hoje é o FPM e FUNDEB e as despesas é os salários e gastos fixos, temos que equilibrar isso para que o “lucro sobre e o município consiga fazer mais para quem mais precisa”.

BP: Que mensagem você passa para os municípes de igrapiúna?

ED: Eu acredito na renovação para transformação das coisas, digo de causa própria de que temos que ter a fé que nossos objetivos seram alcançados.

Comentários { 0 }