Archive | agosto, 2019

Mobilizar as massas, ocupar as ruas e derrotar o Bolsonaro! 

*Por Vinicius Calmon
Após uma sequência de declarações criminosas, carregadas de xenofobia, onde o Bolsonaro conseguiu romper o pacto federativo, agredir o direito a memória dos mortos pela ditadura, e se contradizer em seguida. o governo mais uma vez demonstra que o seu projeto para a educação é o sucateamento total.
Com o bloqueio de 348 milhões de reais no orçamento da educação, o governo neo-fascista de Bolsonaro em meio as declarações dadas pelo “chefe do poder executivo”, que dessa vez fez o papel de bobo da corte sem ajuda de sua ilustríssima Damares, da largos passos rumo a mais uma queda na aprovação. A não solidez do governo, que em mais de 200 dias não cumpriu nem 25% da sua agenda, demonstra que só a mobilização das massas pode derrotar esse projeto entreguista, genocida e criminoso. Os movimentos sociais precisam alcançar a capacidade de furar a bolha da mobilização, e lotar cada vez mais as ruas, para dizer não a todos esses retrocessos.
Por isso, no dia 13 de agosto, o papel de cada brasileiro é ocupar as ruas, com seus cartazes, suas camisas, suas bandeiras, e dizer NÃO, ao assassinato do nosso futuro! Dizer NÃO, a entrega e privatização dos nossos sonhos e anseios!
Ousar Lutar, Ousar Vencer!
*Vinicius Calmon é Secretário de Organização da Juventude do PT de Salvador
Comentários { 7 }

DEPOIS DE TER OBRA EMBARGADA PELO PREFEITO, RAMIRO MUDA O APOIO PRA ZÉ DA HORA

A obra de Ramiro estava indo de vento em popa, e Marcelo Borges (que também é pré-candidato a prefeito|) arrastou o tapete do empresário

Ontem (31), depois que fizemos uma matéria sobre a opinião do empresário e ex-prefeito de Valença, Ramiro Campelo de Queiroz, onde ele diz que Ricardo Moura poderá ser o prefeito novamente, surgiram alguns boatos, porque em seguida, o Secretário de Meio Ambiente de Valença, Marcelo Borges, publicou na página oficial da SEMA que havia embargado uma obra do empresário no Bairro do Jacaré.

Segundo a nota da SEMA, a construção foi embargada porque o empresário não apresentou autorização para executar a obra e a área é de preservação ambiental, ficando próximo ao mangue. O Secretário avisou que só será construída alguma coisa alí com a liberação dos órgãos competentes, Marcelo Borges disse que o empresário vem tentando fazer as coisas na surdina, porque ele já teve negado a obra por esses órgãos ambientais.

Segundo uma fonte, o embargo foi a pedido de Ricardo Moura, que sugeriu a Marcelo não citar seu nome, pois a obra é ilegal e ele já foi alertado pela promotoria.

Como Ricardo não quer ficar mal com Ramiro, que já falou nos quatro cantos da cidade que Ricardo vai ganhar a eleição novamente, pede sempre pra não deixar transparecer que é ele que manda executar os serviços da Secretaria de Meio Ambiente.

A fonte ainda disse que, Ramiro ficou sabendo do ocorrido e já montou um esquema para desistir de Ricardo Moura, disse que agora vai apoiar Zé da Hora pra prefeito de Valença e vai mostrar a Ricardo Moura como se desmonta um grupo político que ele construiu ao longo de 30 anos.

Concluindo: a fonte disse que Marcelo Borges quando soube que Ramiro teria dito que iria apoiar Zé da Hora, falou que se Ramiro o apoiar que ele libera a obra.

Eu sei que no fim, vai acabar é todo mundo indo pra cadeia, repara só.

Comentários { 6 }