Archive | Abril, 2012

SERÁ QUE VAI SOBRAR ASFALTO PARA A RUA DUQUE DE CAXIAS?

dois poderes 002 A rua dos “dois poderes” já está asfaltada. Vamos ver se para por aí ou se vai asfaltar as ruas que devem ser asfaltadas.

dois poderes 007 Vou ficar de olho!

Comentários { 12 }

ENCONTRO AFRO DE VALENÇA POR UMA VALENÇA AFIRMATIVA

afro1 Aconteceu no último sábado, 28/04, o I Encontro Afro de Valença, promovido pela CUT-BAHIA, FETRAF, APLB SINDICATO e Associação de Produtores Rurais. O evento contou com as presenças do vice-presidente do PT Estadual, Antônio Ribeiro, da representante do Governo do Estado, Jussara Queiroz – especialista em Administração Política e Coordenadora de Produção Institucional da CONDER, de Pedro Batista Barbosa – Secretário de Combate ao Racismo da CUT-BA, da Diretora da DIREC-05, professora Flordolina Angélica de Andrade, do vice-presidente da APLB-Costa do Dendê, Joilson Amaro, do Presidente da CUT-BAHIA e pré-candidato a prefeito de Valença, Martiano Costa, do Deputado Federal Luiz Alberto – Presidente da Frente Parlamentar pela Igualdade Racial em defesa da População Quilombola e diversos representantes do povo negro do Baixo Sul.

afro2 “Martiniano está fazendo o caminho certo. Ele caminhou durante os últimos anos aprendendo muito e adquirindo experiência. À frente da CUT, ele conheceu 100% dos municípios baianos, além de visitar os mais distantes rincões de sua cidade – Valença. Agora, ele dialoga cada segmento da população para conhecer a fundo os problemas. Aqui, hoje, o povo negro tem a oportunidade de fortalecer suas lutas e eu confio em Martiniano para atender os anseios daqueles que ainda continuam sofrendo sem sequer serem ouvidos”. Luiz Alberto (PT) – Deputado Federal.

"Só quem sente a dor do calo é quem calça o sapato apertado. Por isso estamos conversando com as pessoas. Essa é a nossa forma de construir a política". Martiniano Costa – Presidente da CUT-Bahia.

afro3 Além do debate, muitos grupos fizeram apresentações culturais como a Capoeira Zumbi dos Palmares, o Boi-Bumbá e o Grupo Afro-Regae.

afro5 O encontro resultou num manifesto que aponta as prioridades para os negros e negras de Valença.

Comentários { 3 }

FALTOU ANIMAÇÃO NA CHEGADA DE RICARDO MOURA AO ALTO DE SÃO ROQUE

Ricardo Moura 1 Ontem em um bingo que aconteceu no Bairro Alto de São Roque o pessoal estava animado, cerca de trezentas pessoas marcavam o jogo, de repente apareceu o pré-candidato Ricardo Moura que foi ovacionado pelo locutor do bingo, mas só pelo locutor, porque as acanhadas palmas que ele recebeu não parecia nem mesmo de eleitores seus, devido a falta de animação.

Acredito que Ricardão tem muito que trabalhar naquela área, porque a animação que ele esperava talvez não fosse aquela. Também não quero dizer com isso que o povo do alto de São Roque esteja apoiando outro candidato. Num caso desse era preciso que aparecessem os outros pré-candidatos para medir no aplaudômetro.

Comentários { 48 }

1ª Caminhada do Trabalhador acontece amanhã em Sete de Abril

Amanhã, 1º de maio, é o Dia do Trabalhador. E para celebrar essa data tão importante para os baianos, a Associação Unsu de Sete de Abril estará realizando no final de linha do bairro, a 1ª Caminhada do Trabalhador. A concentração será às 7h e o início da caminhada às 8h. Sairá no final de linha em direção às ruas do entorno e retornará após uma hora para o ponto de partida.

No retorno, serão distribuídos kits de lanches para os participantes, que terão acesso também aos serviços e informações do Balcão de Justiça e Cidadania, Hemoba, Ministério Público, entre outros. Também haverá atividades de lazer e esportivas e apresentações de cantores gospel.

O evento é uma iniciativa da Associação Unsu, uma entidade sem fins lucrativos, presente na comunidade há mais de 10 anos, que visa desenvolver práticas sociais e esportivas com intuito de beneficiar os moradores da comunidade e região circunvizinha.

A caminhada contará com a participação de aproximadamente 300 pessoas. A açãoconta com o apoio da Prefeitura Municipal de Salvador, Polícia Militar e Petrobras.

Vanessa Dantas

Jornalista DRT BA (2896)

Comentários { 0 }

Contrato social X violência

Por Adilson S Souza Neris

O que está acontecendo em Valença é uma demonstração da total falência das políticas de segurança pública do estado (quando digo estado, entenda-se nação politicamente organizada: união, estados e municípios).

A configuração do estado liberal, tal como o nosso, nasceu há séculos, na ideia de um contrato social (“contrato” marca a influência burguesa na sua formulação). Ele surge de um acordo entre partes com clausulas de interesses coletivos. Como função primordial dessa instituição com poderes extroversos, está a de garantir a vida e a propriedade privada. Chegaram a simples conclusão de que nem uma sociedade prosperaria se não tivesse algo ou alguém que garantisse a paz social, e que ninguém produziria riquezas sem garantias de posse.

Se não há hoje, em Valença, garantias de VIDA para o cidadão que quer viver honestamente então a conclusão é de estarmos retornando ao estado de barbárie! Ora, eu poderia citar dezenas de homicídios ocorridos aqui nos últimos dois anos, mas quero chamar atenção para um em especial, o assassinato de Valdir Moura (policial militar), as circunstancias de sua morte provaram que aqueles que têm por função defender nossas vidas estão desprotegidos. Isso é um claro sinal de que: “tem alguma coisa errada que não estar certa”.

Contudo, quero chamar a atenção de todos para a ideia de contrato social, ou seja, nós cidadão cumprimos nossa parte: pagamos impostos, obedecemos a leis, contribuímos para a paz social, por isso exigimos a contrapartida dos nossos governantes. Não é um pedido, e sim exigência. Sabemos que a violência não é um fenômeno recente na historia da humanidade e que deve ser combatida suas causas. Não é puro e simplesmente reprimir seus efeitos, verdade. Mas sabemos que incompetência na gestão de políticas públicas também não é um fenômeno recente, embora isso agora nos pareça mais evidente. Ora, governo é uma definição política de comando, ordem jurídica e etc. Logo, se a desordem impera não há GOVERNO.

Comentários { 2 }

Valença presente no evento que sancionou a lei que garante transporte intermunicipal para pessoas com deficiência

lei Pessoa com deficiência e renda per capita de até um salário mínimo passa a ter o direito à gratuidade no transporte intermunicipal com a sanção da lei do Passe Livre Intermunicipal para Pessoa com Deficiência (PCD), nesta quinta-feira (26), pelo governador Jaques Wagner, na Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH). O projeto de lei nº 19.585 foi elaborado pelo Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em parceria com o Executivo, e aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa da Bahia.

“Este é um momento significativo, uma luta antiga das pessoas com deficiência”, afirmou o governador. Segundo ele, o Estado devia este direito a este contingente. “Agora é implementar, fazer tudo o que for preciso para que a medida se concretize e a gente possa oferecer mais esta condição àqueles que têm que superar qualquer limitação física para se incluir na sociedade e na produção”.

A estudante universitária Telma de Jesus Nascimento é paraplégica e precisa de uma cadeira de rodas para se locomover. Natural de Nilo Peçanha, ela estuda em Camaçari e sobrevive com um salário mínimo. “Com esta iniciativa, vai ficar mais fácil para que eu visite minha família, amigos que moram em outras cidades, até porque faço um trabalho voluntário. Não vou mais precisar pagar passagem”.

A medida passa a valer em até 120 dias, prazo que o Estado tem para regulamentar, por decreto, a gratuidade no transporte intermunicipal nos modais rodoviário, ferroviário, aquaviário e metroviário. Devem ser disponibilizadas em cada ônibus intermunicipal duas vagas para pessoas com deficiência, que a lei define como “aquelas que têm impedimentos de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial”.

Para o secretário da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Almiro Sena, a nova lei contribui para o direito fundamental de ir e vir da população que tem deficiência e que tem renda per capita de um salário mínimo. “Estas pessoas têm dificuldade para pagar o transporte intermunicipal, que é mais caro, e agora passam a poder se locomover de uma cidade a outra para ver seus familiares, para procurar trabalho, enfim, para exercer a sua cidadania”.

A vereadora Maria Helena Queiroz Cabral participou do evento, e foi convidada pelo governador Jaques Wagner a dividir o momento ímpar com os demais participantes, uma vez que a mesma na cidade de Valença desempenha um papel em prol da defesa da classe. “Uma grande vitória para todos nós militantes na luta pelos Direitos Humanos da pessoa com deficiência. Após um ano de reuniões, manifestações, lutastravadas contra fortes interesses capitalistas, onde, Valença sempre se fez presente, os senhores deputados em consenso aprovam por unanimidade projeto de lei que trata da Gratuidade nos Transportes Intermunicipal. Uma grande vitória dos movimentos sociais que nunca temeram a luta e a consciência moral daqueles que hoje torna esse direito uma realidade, fortalecendo e motivando a exercício de cidadania.”, afirmou emocionada a vereadora.

Os beneficiários serão cadastrados com base em alguns critérios, como renda familiar per capita de um salário mínimo e laudo médico expedido por profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS). Pode se beneficiar da lei parte dos 2,6 milhões de pessoas existentes na Bahia que apresentam algum tipo de deficiência, o que representa 20% da população baiana, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Livre Notícias

Comentários { 1 }

MARCELO MIRANDA QUESTIONA THIAGO LACERDA

Caro Thiago,

Sua indignação reflete à de toda sociedade, entretanto, necessário se faz algumas correções mormente a respeito das competências e do poder/dever dos poderes e de quem os representa.

Primeiro, a violência é um processo histórico, não nasceu hoje nem ontem, pelo contrário, estamos hoje colhendo os frutos do que plantamos no passado, não podemos e nem devemos responsabilizar uma única pessoa ou, poucas pessoas pela escalada aparentemente indomável da violência.

O momento é de ação, não só dos governos, Federal, Estadual ou Municipal, essa luta é sem dúvida uma luta de todos nós. No passado não tão distante, o constituinte de 1988 nos municiou com a mais poderosa arma contra a inércia e a desídia dos governos e legisladores, o poder de influirmos na elaboração de leis, as conhecidas leis de iniciativa popular, a lei da ficha limpa por exemplo.

Não é da competência do Governador a iniciativa de leis na seara penal, tampouco do poder judiciário, que somente as executa e está adstrito aos seus mandamentos. Vivemos meu caro Thiago, numa democracia representativa onde as leis são, via de regra, uma atribuição dos legisladores: federal, estadual e municipal. No que tange a legislação penal a competência EXCLUSIVA é do congresso nacional, portanto, quem vai à prisão e quanto tempo lá deve permanecer.

Se o povo quiser, o povo pode, se nós quisermos, mudaremos leis, construiremos prisões, contrataremos policiais, compraremos viaturas, monitoraremos nossas ruas, quer saber…? Ainda assim, colheremos violência no futuro.

Parece que sou pessimista, não, não sou, quero ser real, pois, a educação só, não faz grandes mudanças, mas, nenhuma grande mudança se faz sem EDUCAÇÂO. Essa Thiago, talvez seja a semente que deveria ser plantada e não foi; a minha esperança é que a terra ainda está fértil, Thiago, lance-a, você pode tanto quanto o governador e o prefeito. No fim tudo dá certo, se não deu certo é porque ainda não chegou ao fim.

Um forte abraço,
Marcelo Miranda

Comentários { 2 }

INAUGURAÇÃO DA SEDE DO PMDB

convite pmdb 002 O PMDB de Valença estará inaugurando a sua nova sede no dia 6 de maio, a partir das 10 horas na Rua Oldack Nascimento, nº 173, no Bairro da Graça.

A sede terá o nome do fundador do PMDB de Valença, Ernesto Santos Souza e contará com diversos políticos da região.

Comentários { 3 }