O CENTRO DE VALENÇA PEDE SOCORRO.

 

image

Ontem havia funcionários do SAAE fazendo um reparo na tubulação da água nas imediações da Caixa Econômica Federal, é claro que se o serviço é por ali, automaticamente tem que fechar lá no “Hotel Valença” e também na porta do “Supermercado Rio Branco”. Agora imaginem isso tudo fechado no horário de pico, tipo meio-dia, onde começam a circular os ônibus que vêm da zona rural para pegar estudantes, as pessoas saindo do trabalho pra irem almoçar? Imaginou?

Ontem nós saímos para fazer uma entrega de sorvetes no “Mirante” pra um almoço que seria a partir das 11 e meia, estávamos por volta de 11 horas quando saímos, enfrentei um engarrafamento ali na porta da Igreja Matriz de pelo menos uns 20 minutos. Conseqüência desse serviço que estava sendo feito do lado da Caixa.

Valença precisa de uma pessoa competente para traçar um novo projeto arquitetônico, isso aqui está um caos total, pessoas disputando as ruas com carros, motos e bicicletas. É preciso que se tome consciência que o centro da cidade está inchado, já não dá mais para suportar essa situação.

Os comerciantes precisam se conscientizar da necessidade de sair para outros locais menos congestionados. Precisamos criar um centro comercial para desobstruir o comércio, o poder público precisa fazer alguma coisa.

8 Respostas para O CENTRO DE VALENÇA PEDE SOCORRO.

  1. My Amazing Weight Loss Story maio 28, 2009 às 8:31 pm #

    Thanks for writing, I truly liked your most recent post. I think you should post more frequently, you clearly have natural ability for blogging!

  2. Funcionário SAAE junho 2, 2009 às 6:19 pm #

    Conheço e frequento a sorveteria e o blog Pelegrini (este último há poucos dias)e quero parabenizar-lhes por tais conquistas. Ao ler seu artigo “O CENTRO DE VALENÇA PEDE SOCORRO” tive vontade de também aproveitar do espaço e fazer minha colocação. Coincidentemente no mesmo dia em que li o artigo, o Jornal Nacional exibiu a reportagem “Água tratada é desperdiçada em vazamentos”. Dia 30/05/09. Informava a matéria que em São Paulo a empresa de saneamento, a SABESP, levou mais de duas semanas para resolver um determinado vazamento numa adutora. Imaginem quanta água jogada fora. O artigo “O CENTRO DE VALENÇA PEDE SOCORRO” reclama que ruas foram interditadas por causa do trabalho do SAAE e, pelo que entendi, a entrega de sorvetes também foi prejudicada em consequencia deste serviço. Agora imaginem a quantidade de água tratada que seria jogada fora se o SAAE deixasse de reparar o tubo estourado tão rapidamente, como ocorreu no dia 27 de maio… É preciso sim que seja traçado ‘um novo projeto arquitetônico’; e é preciso sim se ‘criar um centro comercial para desobstruir o comércio’, como sugerido no artigo. Mas o SAAE definitivamente não pode nem deve se dar ao luxo de deixar que água tratada seja desperdiçada, seja o vazamento dentro ou fora do centro da cidade. Sinto sinceramente pelo sorvete que chegou com atraso no Mirante, mas água tratada pra nós do SAAE é coisa séria.

  3. Funcionário SAAE junho 2, 2009 às 10:39 pm #

    Conheço a sorveteria e o blog Pelegrini (este último há poucos dias) e parabenizo-lhes por estas conquistas. Estive lendo o artigo “O CENTRO DE VALENÇA PEDE SOCORRO” coincidentemente no mesmo dia em que o Jornal Nacional exibia a reportagem “Água tratada é desperdiçada em vazamentos”, que informou que em São Paulo um determinado vazamento só foi resolvido depois de duas semanas. O teor do artigo “O CENTRO DE VALENÇA PEDE SOCORRO” me chamou atenção, pois me pareceu claramente que o editor foi contra o SAAE ter resolvido prontamente um problema que não podia protelar. Imaginem a quantidade de água tratada que seria jogada fora se o SAAE espera passar o ‘horário de pico’… Valença precisa sim de ‘traçar um novo projeto arquitetônico’; precisa sim se ‘criar um centro comercial para desobstruir o comércio’, mas enquanto isso não acontece o SAAE vai ter mesmo que fechar registros, abrir calçamentos e interditar o transito, se preciso for, a fim de que água tratada não seja desperdiçada. Sinto pela demora da entrega do seu sorvete no Mirante, mas é que pro SAAE a água é tratada com seriedade.

  4. ´Clovis junho 3, 2009 às 8:55 pm #

    O funcionario da Saae está certo voçes só sabem criticar vai ser governo.não vão fazer nada so roubar Jairo esta fazendo este trabalho. e esquecendo que verador não é somente denuncia sim ação criar leis e fiscalizar o gestor mais estes vereadores são uns palhacos de marca maior que nojo. zzzzzzzzzzzzzz

  5. Gurgulho junho 3, 2009 às 11:52 pm #

    Só fala bem de Ramiro quem é puxa-saco dele, este senhor que está perto de morrer, com duas pontes de safena uma diabete que que só falta produzir açucar pra copersucar… rsasrsrsrs, e ainda por cima, a mulher botou ele pra fora de casa, pobre homem rico, sem familia vai ser f… agora vai sacanear seus puxa-sacos. Vai cambada de safados!

  6. Homem Fluido junho 4, 2009 às 12:00 am #

    Ei, ei… vocês se lembram da minha voz? Continua a mesma mas a minha água… quanta sujeira e barro.

  7. A ETzinha, de Marte junho 4, 2009 às 12:38 pm #

    Clóvis é o mesmo Jean Caetano ou Roró de Canô… Ridículo! Fique lá no seu pasquim, com sua imprensa marron, poluindo o meio ambiente…

    Amanhã é o dia internacional do meio ambiente… E Ramiro lavando, lavando e lavando a égua!

  8. Funcionário SAAE junho 4, 2009 às 10:47 pm #

    Volto a participar deste blog para sinalizar que não escrevi por Ramiro. Nem mencionei o nome dele. Escrevi pela empresa em que trabalho e conheço.

Deixe uma resposta