POR QUE BEBEMOS ÁGUA AMARELA?

saae A diretora do SAAE, a senhora Viviane, em entrevista a Rádio Rio Una hoje pela manhã, explicou porque a água que consumimos aqui em Valença chega barrenta às nossas torneiras. A justificativa é convincente, ela contou que em 1970 nós éramos 25.000 habitantes e hoje somos quase 100.000, e que a estação de tratamento não foi ampliada, o que implica uma vazão maior sem poder fazer uma decantação com tempo longo. Também explicou que apesar da cor amarelada a água não é prejudicial a nossa saúde, e nos garantiu que poderemos beber a água sem problema de risco à saúde.

Viviane demonstrou ser uma pessoa capacitada para ocupar o cargo de diretora daquela Autarquia, falou com desenvoltura e clareza, mostrou que conhece bem o terreno onde pisa.

Gostaria de alertar a senhora Viviane para um detalhe muito importante; falam muito de milhares de ligações clandestinas feitas por pessoas inescrupulosas, oportunistas, que usaram o SAAE em benefício próprio, para se elegerem em cargos políticos. Se isto for verdade deve afetar e muito a qualidade da água. Imagina quanto dinheiro o SAAE deixa de arrecadar para fazer melhoras em sua rede?

Não custa fiscalizar, saber se têm realmente fundamento essas denúncias. Afinal não é justo quem paga receber água de má qualidade e quem não paga reclamarem do que não tem direito. Falo isto porque no dia que ligavam para a Rádio Rio Una reclamando da qualidade da água poucos se identificavam. Temendo o que?

5 Respostas para POR QUE BEBEMOS ÁGUA AMARELA?

  1. Fábio agosto 5, 2009 às 10:42 am #

    Pelegrini,

    Alerte a senhora Viviane, e a população em geral, que a água enviada pelo SAAE às torneiras pode estar contaminada pelo protozoário GIÁRDIA, entre outros. Sei por ter sido vítima dela, a giárdia. Ano passado procurei o vereador Zé da Hora – que pode lhe falar sobre o assunto – para que ele levasse uma amostra da lama que saía das torneiras lá de casa, na TRIANA. À época o, então, diretor deu este mesmo tipo de explicação e blá, blá, blá. Sofri com diarréias e gases. Os exames não davam nada. Mudei de laboratório e foi constatado giárdia. O médico me disse que, provavelmente, fui contaminado por água mal tratada. Por isto fervam ou filtrem esta água.
    A propósito, as desculpas de “ligações clandestinas” e número de habitantes não responde à questão. Como é que em Salvador e Região Metropolitana, servidos pela EMBASA, com quase 3.500.000(três milhões e quinhentos mil)habitantes a água não é amarelada e a taxa mínima é de R$11,00? E observe que em 1970, ano citado pela sra. VIviane, a população de Salvador era de Setecentos mil habitantes. Será que lá não existem ligações clandestinas em número bem maior que em Valença? É assim tão “convincente” a expilcação? Me parece não ser. Não que a EMBASA preste o melhor serviço do mundo mas, com certeza, serve melhor que este SAAE.
    Com todo o respeito, sugiro deixar de lado as desculpas de sempre e buscar soluções. Afinal, é pra isso que existem os gestores.

  2. Josias agosto 5, 2009 às 1:14 pm #

    Sr. Pelegrini,

    Admito que a senhora Viviane é uma pessoa competente, mas não devemos esquecer que por isso ela nao deve melhorar os serviços do Saae. A sua grande comnpetência deverá servir para fazer uma coisa que os outros gestores não fizeram. Por enquanto fico só em dar-lhe uma nota 5, espero ter que dar uma nota 10.

  3. Milena Assis agosto 5, 2009 às 1:24 pm #

    O sr. Loic Fouchon presidente do Conselho Mundial de Água (CMA), disse que todos os dias morrem 25 mil pessoas no planeta por doenças relacionadas à má qualidade da água, um numéro maior do que o provocado pela guerra. “Na atualidade, mais pessoas no mundo morrem por falta de água do que pelas conseqüências da guerra. Pelo menos 25 mil pessoas perdem a vida diariamente em todo o planeta devido a doenças relacionadas com a água”, disse Fouchon.

    Pense quantas pessoas morrem em Valença por consequencias disso, e nem mesmo sabem porque morrem.

  4. Adelaide Marrenta agosto 5, 2009 às 1:31 pm #

    Ô sinhô piligrin, num fiq falno mau da agua di valença, puquê ajente faiz muinta ecunumia aqi in caza cum eça água, si o sinhô num sabi fiq sabeno qi condo nóis faiz çuco de maracuza aqi in caza, nois diminui a condidade da fruta, puqê a agua ja veim marela. i nu café tamém nois diminui a contidade de po. purtasnto num isculhambe.

    un abrasso.

    sinhora Adelaide

  5. ana cri s tin a outubro 14, 2010 às 8:42 pm #

    Bebemos água amarela porque a branca não nos faz esquecer as mazelas da vida.; a amarela nos deixa livre,leves e soltos, para realmente esboçarmos aquilo que que queríamos fazer de cara limpa e não conseguimos; enfim ,é para que nos libertemos das preconceituosas libertinagens não assumidas…Falei besteira? Bom de qualquer maneira, estou no auge de minha ressaca e com raiva de algumas coisas que vêm acontecendo. A vida é boa, infelizmente não sabemos ainda como conduzi-la de maneira correta ou de acordo com os astros que regem nossos espíritos errantes. Espero ainda poder acertar algo em minha simples existência aqui na terra.Será que consigo?

Deixe uma resposta