Archive | Política RSS feed for this section

NÃO TEVE JEITO, BOLSONARO VAI TER QUE IDENIZAR A DEPUTADA MARIA DO ROSÁRIO

Quem sabe, depois dessa ele aprende a respeitar mulher alheia

Carta Capital – A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve nesta terça-feira 15, por unanimidade, a condenação do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) por danos morais contra a também deputada Maria do Rosário (PT-RS).

Em dezembro de 2014, Bolsonaro falou publicamente a respeito da possibilidade de estuprar a parlamentar petista, sua rival política, em três ocasiões diferentes. Em 9 de dezembro, no plenário da Câmara dos Deputados, disse que não estupraria a colega porque ela não merecia. No mesmo dia, o deputado postou em sua página oficial no Youtube um vídeo, intitulado “Bolsonaro escova Maria do Rosário”, com o discurso em plenário e fotos de manifestações pró-ditadura.

No dia seguinte, Bolsonaro concedeu entrevista ao jornal Zero Hora, do Rio Grande do Sul, onde reafirmou o que havia dito na Câmara. “Ela não merece [ser estuprada] porque ela é muito ruim, porque ela é muito feia, não faz meu gênero, jamais a estupraria. Eu não sou estuprador, mas, se fosse, não iria estuprar, porque não merece”.

Em 2013, Maria do Rosário havia chamado Bolsonaro de estuprador, acusando o deputado de incentivar a prática, mesmo “sem ter consciência disso”. Ele a empurrou e disse que ela era uma “vagabunda”.

Comentários { 9 }

IONÁ PODERÁ SER CASSADA E CAMAMU TERÁ NOVAS ELEIÇÕES

A coisa anda estreita para a prefeita de Camamu, Ioná Queiroz, o processo que tramita contra ela na justiça sobre impugnação de candidatura, essa semana passou para as mãos de um Ministro do STF, precisamente no dia 10 desse mês, segundo informações foi para publicação de pauta e julgamento. É bem provável que essa semana ainda saia o resultado desse julgamento.

A prefeita Ioná que se candidatou por força de uma liminar por esta inelegível, também tem outros processos tramitando na justiça, uns por campanha antecipada e outros já pelos atos praticados em seu mandato. Ioná poderá perder o cargo de prefeita e Camamu terá nova eleição ainda esse ano.

Comentários { 2 }

CASA DO EMPRESÁRIO: Carta Aberta sobre a blitz

Comentários { 0 }

“O político”

Por Wenderson Brito*

É bem provável que vocês tenham estranhado o meu título, mas quero esclarecer que a palavra “político” tem um significado valioso. Indica uma pessoa que cuida da cidade, cuida de seu povo, enfim, administra coisas públicas para o bem comum.

Fazendo uma breve pesquisa, é da palavra grega pólis (cidade) que deriva o termo “politikós”, que no Português ficou como “político”.

Você pode questionar: “Mas, isto não tem nada a ver com o significado atual! Pois em sua grande maioria os políticos brasileiros apresentam-se como corruptos, realizam desvios, estão envolvidos em escândalos, como mensalão, lava jato, petrolão e sabe-se lá aonde mais…”

Sim concordo, nem sempre a pessoa faz jus ao que de fato significa o nome de sua profissão.

Como cidadãos temos uma parcela de culpa nesse processo, pois é através do voto que elegemos os nossos representantes políticos.

Muito se discute, em especial em período eleitoral, a respeito da necessidade de se votar de forma consciente.  Mas consciente exatamente “de quê”?

Para alguns, votar consciente significa estar bem informado sobre os candidatos, o que ele fez por seu município ou nos lugares que atuou; qual era a vida deste candidato antes de entrar para a política; quais os trabalhos que os mesmos desenvolviam e se é que desenvolviam algum trabalho, pois muito comum candidatos que nunca tiveram um emprego ou não tenham desenvolvido qualquer projeto e encontram na “política” um cabide para seu sustento, o que certamente já não pode ser considerado um ponto positivo a favor daquele candidato. Partindo dessa premissa, seria apenas uma questão de comparar, históricos, projetos e perfis políticos para se ter um voto “consciente”.

Mas isso é suficiente para um voto verdadeiramente consciente?

Acredito que não. O voto consciente passa também pela compreensão das limitações do poder dos políticos e do Estado. E não falo apenas de saber das funções e competências de cada cargo em disputa (o que faz um vereador, um prefeito, etc), mas sim de compreender as consequências de elegermos os nossos governantes ou legisladores.

Além disso, é um completo devaneio acreditar que realmente nos tornaremos uma sociedade mais desenvolvida, próspera e justa simplesmente delegando a eles atribuições e responsabilidades que cabem a nós como indivíduos e como comunidade/sociedade civil. Como ensinou Frédéric Bastiat, enquanto a maior parte da população continuar vendo o Estado como um meio de viver às custas dos demais (ignorando que é ele quem vive às custas de todo mundo), seguiremos nos frustrando com a política.

Nossa política atual é dominada pela lógica de que ganha quem promete mais “direitos”, mas se nós eleitores, passarmos ampliar os pontos de vista e compreender toda essa dinâmica já será um passo fundamental para o voto consciente de verdade.

*Wenderson Brito

Gerente das Entidades Empresariais de Santo Antônio de Jesus

Graduando em Engenharia Civil/Administração/Marketing

Membro do CISP/SAJ – Comitê Interinstitucional de Segurança Pública

Membro do CONCIDADE/SAJ – Conselho da Cidade

Comentários { 1 }

Casa do Empresário recebe visita de diretores do Sistema ASCOOB

A Casa do Empresário (ACE, CDL e SINCOMVAL) reuniu-se na quarta-feira (09) com os dirigentes do Sistema ASCOOB – Associação das Cooperativas de Apoio a Economia Familiar para conhecer a proposta de trabalho e crédito que a nova gestão da trabalhará na cidade de Valença.

A nova gestão da ASCOOB Valença apresentou sua nova estrutura e suas quatros áreas estratégicas: Gestão, Educação Cooperativista, Assistência Técnica Rural (ATER) e Microcrédito, tendo em suas prioridades o aprofundamento da educação cooperativista e financeira, as microfinanças, as boas práticas de gestão e governança cooperativista, o fortalecimento político-institucional, políticas de auditória, supervisão, gestão e controle.

Durante as falas, foram destacados vários pontos relevantes para o desenvolvimento da região com a participação de parceiros estratégicos, a exemplo da Casa do Empresário, que tem papel fundamental no desenvolvimento do comércio de Valença. O Sistema ASCOOB está investindo em parcerias para ampliar seus produtos e serviços, com tecnologias e inovações que o mercado financeiro exige, atendendo cada vez mais as necessidades dos sócios.

Comentários { 0 }

BIRA DESMENTE ACUSAÇÃO DE DELATOR SOBRE MÁQUINA ALUGADA À PREFEITURA

Segundo o senhor Ubirajara Rosário, a máquina fotografada é de propriedade da sua empresa de terraplenagem, porém não está locada à prefeitura, o que torna a cusação do delator improvável

Hoje, o senhor Bira, que segundo ele: é a pessoa a quem o cidadão cita no vídeo da nossa postagem, VÍDEO MOSTRA SUPOSTA MÁQUINA DA PREFEITURA TRABALHANDO PARA PARTICULAR, nos procurou na redação do Blog para esclarecer sobre a acusação que fazem a ele e ao senhor Perninha. Bira informa que o equipamento é de sua propriedade e que não está locada à prefeitura.

Falou que o acusador não teve os cuidados de se informar com clareza e por revolta de ter perdido a licitação com a CVI, partiu para o campo pessoal. Bira disse que é proprietário dessa máquina e de outras, que inclusive, uma dessas máquinas está a disposição da SP Soluções, e que não tem nada a ver com contrato com a prefeitura.

Munido de documentos e notas das máquinas, Bira nos apresentou os referidos da sua empresa de terraplenagem e provou que a acusação do senhor Michel, o qual ele fez questão de identificar, como o criador do vídeo, não prova nada e disse que irá tomar as devidas providências.

Bira ainda disse que sua empresa goza de prestigío e idoneidade na cidade, e que nada a desabona, portanto não aceitará que ninguém a deprecie em prol de suas revoltas.

“Licitação é assim mesmo, a CVI é uma empresa de grande responsabilidade, exigente em suas contratações e jamais iria aceitar que fosse algo de ilegal dentro dos seus contratos, restava ao perdedor aceitar o resultado, isto só piora a situação da empresa dele, pois jogou o nome da CVI sem ao menos ter responsabilidade no que estava fazendo”, afirmou o empresário, Ubirajara Rosário.

Abaixo os documentos apresentados pelo senhor Bira:

Comentários { 3 }

VÍDEO MOSTRA SUPOSTA MÁQUINA DA PREFEITURA TRABALHANDO PARA PARTICULAR

Tem um vídeo rolando nas redes sociais em que uma pessoa mostra, de forma indignada, um trator locado a prefeitura fazendo serviços para particulares, não se sabe o teor da veracidade, mas o cidadão diz que essa máquina está locada à prefeitura e faz serviços para a CVI.

No vídeo o cidadão cita nomes de pessoas que estão à frente da prefeitura, inclusive manda uma mensagem que revelará o nome do dono do equipamento.

Todo mundo sabe que essas coisas acontecem sem o aval do prefeito, mas muitos se aproveitam da má gestão para fazerem, a esculhambação.

Perguntei a uma pessoa que conhece sobre esses serviços e ele nos disse que, com certeza quem está denunciando é alguém que deve ter perdido de fazer o trabalho porque quem está com o equipamento da prefeitura deve ter oferecido por um preço mais em conta. Claro, o trator e o combustível deve estar saindo de graça, a prefeitura deve estar pagando.

Inadimissível isso, Ricardo Moura precisa apurar esse fato e levar o caso ao MP, pois trata-se de dinheirto público, não vamos aceitar esse tipo de coisa. Se existe um trambique que seja apurado.

Vejam o vídeo abaixo:

:

 

Comentários { 14 }

UMA BLITZ QUE TRAVA O TRÂNSITO, E TEM POUCOS RESULTADOS

Quando a polícia chega, vira festa para os curiosos, alguns ficam só pra saber quem está irregular pra fazer a famigerada resenha depois

A palavra blitz é uma abreviação criada pelos ingleses, derivada da palavra alemã blitzkrieg, que em português significa relâmpago. A blitz foi um ataque relâmpago, repentino, realizado pela aviação alemã contra o Reino Unido, durante a Segunda Guerra Mundial.

Aqui na Bahia essa palavra está distorcida, e significa: travamento, lerdeza, pirraça, sacanagem. Será que estou errado?

Observem as blitzs que a polícia rodoviária faz em Valença se não tem essa conotação, de travamento, lerdeza. Será que a polícia pensa que os irregulares vão passar por ali? Nem a pau, quem está com seu veículo com documento irregular com certeza está em casa, esperando a chuva passar.

Não tenho nada contra as blitzs, mas sinceramente essas que fazem em Valença não resulta em nada, só no constrangimento, vi autoridades presas no trânsito se queixando, dizendo até em acabar com a ação a partir de amanhã.

Não é pra menos, quem está gostando de ficar de 1 a 2 horas presos no trânsito? Ninguém. Precisa-se fazer melhores planejamentos, não sou nenhum especialista nessas coisas, mas, qualquer um sabe que blitz tem que ser feita de surpresa, como diz o siginicado da palavra, repentino, relâmpago, em lugares diferentes para virar surpresa.

As nossas blitzs são feitas diferente, creio que o comandante da ação deve estar achando que as pessoas que estão irregulares vão aparacer ainda. Não devem esquecer que essas blitzs só vão pegar o cara de surpresa, as redes sociais já deram ampla divulgação da blitz, só passará por ali quem tiver em dia com seus documentos, criminoso nenhum vai querer arriscar a passar com droga ou arma. Os primeiro veículos são os que foram presos, daqui pra frente só vai aumentar o nosso constrangimento.

Eu acho que o certo é atacar vários pontos da cidade, aí a coisa flui melhor, muitos veículos serão apreendidos. Mas do jeito que está…

Lamentável, a cidade está desde ontem passando por esse vexame, esse travamento, não sei como vai ser, se acontecer das ambulâncias do SAMU entrarem em serviço de emergência. Se segurem aí, não adoeçam.

Comentários { 9 }