Archive | Política RSS feed for this section

“MUITO BEM PREFEITO, É ISSO AI!”

imageOutro dia, numa reunião do prefeito e vereadores no bairro “Novo Horizonte”, em que os moradores cobraram do prefeito uma ponte que ele se prontificou a construir (imediatamente) no período de campanha, houve um desentendimento do prefeito Ramiro e do vereador Jairo. No momento em que o prefeito discursava, o povo ouvia o mesmo dizer que iria fazer creche, calçar ruas fazer posto de saúde. Mas o povo só queria saber da ponte que ele havia prometido na campanha (e por essa promessa levou os votos de todo o bairro). O povo meio que revoltado começou a protestar e dizer que não queria saber de construção de nada, só queria a ponte. O protesto do povo deixou o prefeito meio irritado.

O vereador Jairo no momento em que falou nessa mesma reunião lembrou a promessa do prefeito, e disse que o povo estava mesmo com razão, e que o prefeito deveria mesmo cumprir o que prometeu. Houve uma manifestação para o vereador Jairo, de vivas e aplausos, o que revoltou o prefeito Ramiro, fazendo-o pegar de volta o microfone para tentar reverter à situação. “Dentre os dez vereadores, esse vereador Jairo é o mais sabido, mas ele não vai ser mais esperto do que eu não”, falava o prefeito Ramiro, “E ninguém melhor que ele, pra saber que eu não posso fazer a ponte sem dinheiro, não vou passar cheque sem fundos pra construir uma ponte”, concluiu o prefeito. E pra não dizer que não houve manifestação a seu favor, o senhor André Coutinho (funcionário da prefeitura), ele sozinho, no meio de mais de duzentas pessoas bateu palmas e gritou: “Muito bem prefeito, é isso ai!”.

Comentários { 5 }

DEPOIS DE UMA SEMANA, VOLTAMOS!

03_06_5 Meus amigos, quanto tempo hein! Infelizmente foi por culpa da “OI”. Ficamos sem internet por três dias, foi ai que aproveitei e mandei fazer uma revisão na nossa maquina. Recebi vários telefonemas de pessoas amigas procurando saber o que tinha acontecido, sinal de que andamos sempre atualizados, não é mesmo? Alguém falou que deixamos e postar depois que o pasquim “Rolando na Orla” falou de nós. Imagina! Calar por causa de um comentário bobo e sem expressão? Nunca! Outros até falaram que eu tinha recebido dinheiro de prefeito, e que nosso blog estava dando um tempo e só voltaria com receitas de sorvetes… Risos. Foram muitas especulações em torno do blog, isto é sinal de que incomodamos.

Para vocês terem uma idéia de quanto o blog incomoda; dois funcionários de uma agência de banco aqui da cidade me procuraram e me pediram para retirar uma postagem que fiz sobre críticas a esse banco. Alegaram que funcionários dessa agência poderiam perder o emprego por causa do nosso post. Retirei a postagem sob promessa de que melhorariam os serviços deles, depois não estamos aqui para provocar a infelicidade de ninguém.

Estamos de volta, vamos contar tudo sobre Valença, a política, o comércio, as pessoas. Com responsabilidade, de quem quer ver uma cidade melhor, mais bonita, bem cuidada e feliz!

Abraços,

Pelegrini.

Comentários { 0 }

O GOVERNADOR DE RAMIRO.

Rap Wagner

 

O governador de Ramiro tem um rap no YouTube, acho que também serve para o prefeito, porque até o momento só construiu parquinhos.

Comentários { 2 }

PREFEITO CARA DE “ACÁCIA”

imageO prefeito Ramiro Campelo, em uma entrevista na Rádio Rio Una me chamou a atenção por duas coisas. A primeira foi quando chamou a vereadora Diana Farias e o vereador Jairo Baptista de “gaiatos”, referindo-se ao projeto de estadualização das duas estradas da zona rural, Oróbo e Serra Grande, e os dois votaram contra ao projeto. Ele disse: “E ainda tem gaiato que não vota num projeto desses”. E a outra foi quando o repórter perguntou a ele sobre o que a imprensa e as pessoas falam dele, se o mesmo tinha algo que o irritava, e ele disse que algumas coisas o deixavam chateadas sim, quando se referiam a ele com palavras que ele jamais trataria a alguém, e na câmara de vereadores já o haviam chamado com essas palavras.

Coitadinho do prefeito Ramiro. Pensou que estava falando para o povo do Rio Grande do Sul, la no Chuí. Será que ele pensa que quem os ouvia eram estranhos? Acabava de chamar dois parlamentares de “gaiatos” porque discordaram de um projeto sem pé e sem cabeça, e logo em seguida diz que não gosta quando o destratam.

Ramiro é mesmo um coitadinho. Frisou que quando alguém escreve sobre a conduta do prefeito, insinuando sobre desonestidade no seu governo, que alguém pode até chamá-lo de ladrão na rua, porque o veículo de comunicação é culpado por isso.

Prefeito Ramiro, quem chama os políticos de ladrão não é a mídia nem o povo, são os cofres públicos que aprenderam a chiar. O presidente Lula no passado disse que no congresso havia 330 picaretas, o vereador Lelo recentemente disse que não acredita mais em políticos justamente por causa das promessas mentirosas, e o senhor quer por a culpa na imprensa e no povo pela difamação?

O senhor falou também na entrevista que está com um projeto interessante, do plantio de acácia, acho que isto vai ser realmente uma solução para os agricultores, uma planta que com cinco anos produz madeira a ponto de ir para a indústria, diga-se de passagem, sem afetar o ecossistema. Parabéns prefeito, esse é um grande empreendimento do seu governo, teremos madeira com abundância, até mesmo para fazer esculturas. Aproveitaremos e faremos uma homenagem ao senhor com uma escultura do seu rosto.

Comentários { 15 }

UM MAL EXEMPLO DA JUSTIÇA.

imageCultura da pedofilia

10 de julho de 2009

Tio Branquinho gosta de meninas – quanto mais novas, melhor. Ele mora na pequena Tefé, no interior do Amazonas, cidade de 65 000 habitantes esquecida no meio da selva, onde só se chega por barco, numa aventura que se prolonga por 4 horas partindo de Manaus. Tio Branquinho, como é chamado pelas alunas da Escola Estadual Frei André da Costa, comunga de uma mentalidade tristemente comum nos estados do Norte e do Nordeste, a qual tolera, quando não incita, a iniciação sexual de meninas, sejam crianças ou adolescentes, por homens mais velhos. Todo mundo em Tefé conhece há anos os hábitos sexuais de Tio Branquinho.

    No Brasil, contudo, não importa em qual estado, fazer sexo com menores de idade chama-se pedofilia – e, embora não tenha esse nome nas leis do país, é crime, passível de prisão. Tio Branquinho, ou Antônio Carlos Branquinho, sabe bem disso. Ou deveria saber: ele um homem da lei, juiz do Trabalho em Tefé. Deveria saber que não pode fazer sexo com meninas, muito menos, creia, nas dependências da Justiça em Tefé, como o Ministério Público Federal descobriu. Há duas semanas, o tempo fechou para Tio Branquinho. Ele foi preso pela Polícia Federal – numa demonstração de que a força dessa mentalidade não é mais a mesma.

    A permanência na prisão do magistrado foi de meros cinco dias. Ele foi solto na segunda-feira da semana passada, depois que a polícia ter cumprido os mandatos judiciais em busca de mais provas contra ele. As primeiras evidências sobre os abusos sexuais cometidos por Branquinho surgiram em março deste ano. Uma moradora de Tefé enviou um email ao Tribunal Regional do Trabalho, em Manaus. Nele, além de fazer a denúncia de pedofilia, ela anexou fotos tiradas pelo próprio Branquinho, nas quais crianças estão nuas e o magistrado aparece fazendo sexo com algumas delas, na sede da vara de Trabalho de Tefé.

    As fotos acabaram no Ministério Público Federal, que detém a prerrogativa de investigar o juiz – ele tem foro privilegiado no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que fica em Brasília. Assim que perceberam a gravidade do caso, os procuradores de Brasília viajaram até Tefé. Ao lado de policiais federais, descobriram duas testemunhas, antigos funcionários da justiça trabalhista, que confirmaram a constância e a natureza das práticas sexuais do juiz. Um deles, que teme represálias (Branquinho tem sete armas registradas em seu nome), narrou que via frequentemente, nas dependências da justiça de Tefé, as meninas que eram recrutadas por funcionários de confiança do juiz.

    Na terça-feira da semana passada, Branquinho prestou depoimento ao desembargador Carlos Olavo, relator do caso. Admitiu a autenticidade das fotos, mas disse que as meninas, ao que sabia, eram maiores de idade. Agora, Branquinho será denunciado criminalmente pelo Ministério Público Federal. Enquanto isso não ocorre, ele conta com o corporativismo dos colegas de tribunal, a quem pediu autorização para se aposentar. A julgar pelo modo como os desembargadores de Manaus trataram seu caso até o momento, Branquinho pode ficar esperançoso. A desembargadora Luiza Maria Veiga, presidente do TRT do Amazonas, recebeu as fotos do juiz em abril – e nada fez.

    Sua única decisão consistiu em convocar os demais desembargadores do tribunal, para discutir o assunto numa reunião extraordinária de "caráter reservado". Nesse encontro, os desembargadores limitaram-se a abrir um "procedimento interno" para investigar o caso. Na próxima reunião extraordinária, os senhores desembargadores deveriam convidar a moradora de Tefé, aquela que expôs o juiz. Ela poderia lembrá-los que as leis do país servem para todos.

    Fonte: Revista Veja.

    Comentários { 0 }

    PARA O VEREADOR LELO.

    image

    Siga o guia e não precisa desacreditar dos políticos. Corre o risco de não se reeleger.

    Comentários { 1 }

    TEM QUE TER CORAGEM PARA MOSTRAR OS ERROS.

    imageO vereador Jairo Baptista lançou um desafio ao prefeito para que mostre as contas do município, muito embora não tenha que ser desafiado a mostrar contas, e sim obrigado, porque as contas do município têm que ser transparentes à população, o prefeito é um funcionário público, e como todo funcionário público tem que prestar contas ao povo.

    Quando o vereador Jairo fala que ele tem que ter coragem, é porque está escondendo algo, tem muita coisa errada, e um gestor que tenha vergonha na cara não deixaria passar em branco um desafio desses.

    Comentários { 0 }

    VEREADOR LELO, UM HOMEM AUTÊNTICO.

    image

    Na sua vez de ser entrevistado pela Rádio Rio Una, o vereador Lelo deu nota 10 para o prefeito Ramiro, disse que não confia mais em políticos, que acumula uma dívida de mais de R$12.000,00 mil e que seu salário de vereador não dá para sobreviver (segundo ele: porque ajuda muito as pessoas).

    O vereador Lelo é um homem autêntico, fala sempre a verdade, por ser uma pessoa de poucas letras não fica se escondendo atrás de palavras difíceis para equivocar o povo. Agora dar nota 10 ao prefeito!? E depois reclamar que acumula uma dívida de R$12.000,00 mil!? Ai ele passou da falta das letras. Falar que não confia mais em nenhum político, também é um grande reconhecimento, e continuar político é no mínimo gostar das benesses.

    Vereador Lelo, vou confortá-lo dizendo o seguinte: O nosso presidente diz que uma pessoa pode se sustentar ganhando R$90,00 por mês, o senhor ganha mais de R$4.000,00 mil, então fique tranqüilo que o seu salário dá para sustentar no mínimo 44 pessoas. 

    Comentários { 1 }