Archive | Política RSS feed for this section

SÓ SAIU O NOME DO “TIO”

image

Um associado da CDL me disse: “Viu lá Pelegrini, só falaram o nome do Tio, o tempo todo no palanque. Aqueles músicos, contratados pelos empresários de Valença só aprenderam a falar o nome do prefeito, parecia até que a festa foi patrocinada só por ele”.

É preciso ter muito cuidado quando se faz alguma coisa com o prefeito, ele tem uma equipe  preparada, vocês são crianças para ele. Imagina quantas pessoas de fora vieram aqui para essa festa e sairam achando que foi o velho chacal que fez a festa?

Meus caros empresários, vocês não merecem isso, dá próxima vez façam sozinhos, não esqueçam do velho ditado: “Antes só que mal acompanhado”.

Comentários { 13 }

AGOSTINHO DESMENTE CIRO PIMENTEL

 

Caro Pellegrini, gostaria de informar o fato que realmente aconteceu. Quando cheguei no camarote, vi que a radio estava instalando os equipamentos no camarote, então fui ate o determinado radialista e perguntei quem havia autorizado pois o camarote só comportava 100 pessoas e o espaço utilizado pela radio iria limitar ainda mais o espaço. Ele me informou que tinha sido Frank, falei que iria ver outro local pois já tínhamos entregues as pulseiras do camarote e nao comportaria. Franquinho informou a ele que ali não daria pra ficar, dai os funcionários deles retiraram os equipamentos e fizeram essa tempestade toda. Nós colocamos um toldo ao lado do camarote para as Rádios, a Valença FM está lá, pode conferir e não reclamou de nada, esta lá e transmitindo brilhantemente de forma competente e profissional. Agora quem esta denegrindo minha imagem,falando calunias,terá que provar judicialmente.
Espero que o mesmo espaço que vc deu para me agredir, conceda para eu esclarecer e falar a verdade. É preciso saber o quer realmente aconteceu antes de se informar um fato, seja qualquer que seja. Já que você diz que me conhece e conhece minha família, deveria ao menos duvidar das informações que lhe foram passadas. Caso ainda tenha alguma, meu celular é xxxxxxx.
Grato

Comentários { 13 }

AGOSTINHO SANTANA, O BOM MOÇO MOSTROU AS GARRAS!

image

Ontem o radialista Ciro Pimentel nos contou indignado que foi destratado pelo Secretário de Turismo (ou será de pesca?), Agostinho Santana. O Secretário chamou Ciro de “falador”, disse que o radialista falava demais (já pensou um radialista mudo? Risos). Ciro falou (continuo falando) que já havia combinado com Frank para fazer a transmissão do evento pela Rádio Rio Una FM direto do palco e que o Secretário fez retirar todo o equipamento da emissora de cima do local sem justificativa alguma. O radialista chamou todos de: “Despreparados, não entendem nada de eventos, se metem a fazer coisas sem conhecer da essência, sem ser profissionais”, afirmou o radialista.

A Rádio Rio Una iria fazer a cobertura do evento sem custar nada ao bolso da CDL ou Prefeitura, só e simplesmente a nível de colaboração. Acho que quem perdeu foi o evento, a Rádio Rio Una goza hoje de grande audiência e prestígio depois que a emissora Valença FM retirou do ar seus programas jornalísticos, antes disputava a metade da audiência, e hoje é a única FM em Valença a transmitir programas jornalísticos.

Me impressiona a atitude do senhor Agostinho, cidadão com cara de bom caráter, família de boa reputação, seu pai um médico famoso e conhecido na cidade, sempre foi nosso cliente e nos chamava a atenção pelo modo cortês que se dirigia a nós, mudar de atitude dessa forma. Será que está também contaminado pelas diabruras de um certo chacal?

Comentários { 18 }

REPÓRTER CRISTINA PITA DO “A TARDE” ESCLARECE SOBRE MATÉRIA DA SAÚDE DE CAIRU

A repórter do Jornal A Tarde, Cristina Pita, comentou aqui no blog sobre a matéria que fez sobre a saúde do município de Cairu.

Mais uma vez me reporto a este blog. Como autora da matéria em discussão, quero ressaltar que os dados na matéria foram fornecidos pela secretária de Saúde de Cairu, Cintia Rosembergue. As entrevistas foram feitas na Capac, com pacientes que estavam pernoitando na referida casa de apoio. Não há dados incorretos. A matéria em nada denuncia descaso na saúde em Cairu. O título sim, deixou o prefeito do município preocupado. Mesmo assim, dizer que a população não sofre, acho um tanto quanto, irreal. Sofre como em todo País. Considero um sofrimento fazer uma travessia de quase 5 horas para chegar até um hospital. Isso não é culpa do prefeito. Porém, todo município tem obrigação de garantir o acesso da população ao serviços de saúde. Falo aqui como cidadã, pois aqui posso dar minha opinião. Já como jornalista e autora da matéria, fui imparcial. Em nenhum momento se questiona o conteúdo do texto, mas APENAS o título. No mais, o que está errado deve ser mostrado para que possa ser consertado. A imprensa também funciona como porta-voz dos menos assistidos, daqueles que clamam e não são ouvidos.

Cristina Santos Pita

Comentários { 13 }

NA FESTA INSEGURA DE VALENÇA, QUEM VAI?

image

Nosso leitor Humberto Palma nos chamou a atenção para a questão da segurança na festa que será realizada em Valença, ele diz: “Pelé, eu não irei a festa nenhuma. Vou ficar como a cidade toda tem ficado a partir das 19 horas: trancado em casa.Quer receber bala à toa ou correr risco só por causa do seu celular?” É verdade o que nosso amigo falou, quem vai querer perder a vida numa festa só por causa do celular? Melhor ficar em casa trancado depois da 19 horas. Nossos jovens andam com medo nas ruas. Eu mesmo não consigo ver uma pessoa passar de boné ou bicicleta que não me venha um receio de ser um bandido.

Ir a festa para que? Será que somos hipócritas? Só e simplesmente por achar que temos o direito a diversão e achar que o prefeito é um cara bonzinho e está nos dando esse momento de lazer? Pros infernos com a festa dele! Ele que vá com a curriola dele!

Se essa festa tiver segurança total será uma negação, imagina que não temos quantidade de homens (PM) para fazer rondas na cidade, como poderemos ter para dar segurança a uma festa? A não ser que convoque os 120 guardas municipal, desarmados, sem treinamentos, apadrinhados dos políticos de Valença e que nem sequer fardas tem, para dar segurança na festa.

Vou continuar comungando com o pensamento do nosso leitor Humberto, ir lá para que? “…para ver a decadente Banda Cheiro de Amor!?”

Comentários { 26 }

O MEDO DOS COMERCIANTES E A FALTA DA POLÍCIA

ornamentação do calçadão pela cdl 008

Incrível como estão os comerciantes em Valença, principalmente os meus vizinhos, estamos preocupados com a insegurança na cidade. No centro os bandidos agem pouco por causa da movimentação e ação dos policiais. Onde tem bancos, lojas de eletrodomésticos e supermercados a polícia está mais próximo. Canso de passar pelo calçadão da Governador Gonçalves e próximo ali do Bradesco chega a ficar uma viatura da PM parada sobre a calçada. Já nós, que estamos mais distantes, não temos esse privilégio, temos que pagar segurança para nos proteger.

Estamos muito preocupados com estas festas que vão acontecer aqui em Valença. Primeiro, não sabemos se terá policiais para combater o grande número de marginais soltos na cidade. Segundo, quando se concentra a polícia em um só lugar os outros cantos ficam vulneráveis. E aí? Os bandidos vão atacar onde tem polícia ou onde não tem?

O grande número de marginais, menores de idade, é que está assustando. Esses são presos e logo em seguida são liberados. As vezes tomam as armas que eles portam, mas depois aparecem com mais. É uma guerra civil!

Comentários { 10 }

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DE CAIRU ESCLARECE AO “A TARDE”

image

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Cairu, tem moral nesse blog, tanto que a senhorita, Jamille Soares (assessora de comunicação), mandou uma nota de esclarecimento para nossos comentários sobre matéria publicada no Jornal A Tarde de segunda-feira, 16/06 e nós fizemos questão de publicar aqui, na postagem principal.

Prezados leitores;

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em atenção à matéria “Moradores de Cairu sofrem com a dificuldade de atendimento médico”, publicada no Jornal A Tarde, da segunda-feira, dia 16 de junho, a Secretaria de Saúde de Cairu esclarece que: Ao contrário do que afirma o título da matéria, os moradores do município de Cairu não sofrem nenhum tipo de carência de assistência médica. A Prefeitura Municipal tem desenvolvido uma política de atenção à saúde que garante atendimento de qualidade aos 14.736 habitantes do único município-arquipélago do Brasil, segundo o IBGE. Os dados destacado no próprio texto e os que estão relacionados abaixo justificam isto. Cairu faz parte da Gestão Básica Ampliada do Sistema de Saúde, instituída pelo Ministério da Saúde, o que justifica a ausência de um hospital na cidade. Os procedimentos médicos de média e alta complexidade são encaminhados para os hospitais integrados na Programação Pactuada Integrada (PPI), em Valença, Santo Antonio de Jesus e Salvador. Além disso, a Prefeitura mantém convênio com a Santa Casa de Misericórdia de Valença que possibilita que os cairuenses realizem procedimentos não cobertos pelo Sistema Integrado de Saúde (SUS), e implantou a coleta de exames laboratoriais em todas as localidades do município. Em menos de seis meses já foram atendidos aproximadamente 1.500 pacientes. Com o objetivo de atender de forma digna e humanizada os pacientes das ilhas que não possuem acomodações na cidade vizinha, em abril deste ano a Prefeitura Municipal inaugurou em Valença, a Casa de Apoio ao Paciente de Cairu – CAPAC. A Casa é dotada de toda infraestrutura necessária para oferecer apoio, conforto e amparo a estes pacientes. Para atender as demandas de urgência e emergência, a prefeitura possui quatro ambulanchas(Lanchas Ambulância) e três ambulâncias Doblô, que trabalham de forma integrada, reduzindo o tempo de transporte do paciente das ilhas até a cidade de Valença para no máximo 1h. No quesito atenção básica, o município possui dez unidades de saúde, sendo quatro Unidades de Saúde da Família (PSF´s) e seis Postos de Saúde. O percentual da população abrangido pelo atendimento dos PSFs chega a 95,58%. Os postos de Morro de São Paulo, Gamboa e Boipeba prestam pronto atendimento 24h. No período de um ano foram atendidas 82 mil consultas. Este número significativo só foi possível graças à quantidade de postos, da sua localização estratégica e da logística de transporte ofertada pela administração pública de Cairu. A Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza como parâmetro ideal de atenção à saúde da população a relação de 1 médico para cada 1000 habitantes, em Cairu este número é 1/982 habitantes, índice menor do que o estado da Bahia, em que esta relação é de 1/1.116 habitantes. Ao todo são 14 médicos, nas seguintes especialidades: clínica geral, cirurgia, ginecologia e obstetrícia, oftalmologia, angiologia; Além destes, o quadro de saúde conta com dois biomédicos, seis dentistas, sete fisioterapeutas, seis enfermeiros, dois farmacêuticos, um assistente social e 31 técnicos e auxiliares de enfermagem. O município desenvolve ainda, programas de cuidados com a saúde bucal, programa de atendimento especializado aos portadores de doenças mentais, programa de saúde na escola, em parceria com a secretaria de educação, controle de hipertensão, DSt´s e diabetes, saúde da criança, da mulher e do idoso, e atendimentos de fisioterapia e acupuntura.

Comentários { 9 }

A DESGRAÇA QUE AGENILDO RAMALHO TROUXE PARA VALENÇA

image

Ontem aconteceram mais algumas coisas tristes em nossa Valença. Eu soube através do blog da Rio Una Fm que mataram um moto taxista. E aqui próximo da sorveteria, três elementos, assaltaram uma loja de celulares, esses mesmos indivíduos tentaram nos assaltar mais uma vez, mas tiveram sua ação frustrada pelo nosso segurança.

Por volta das três horas da tarde fechamos para assistir ao jogo do Brasil e reabrimos ás seis horas da tarde. Nossos amigos começaram a aparecer e o nosso bate papo se deu tranquilamente, até que uma pessoa falou sobre a volta de Agenildo Ramalho à política de Valença. Quase sai tapa! Olha que não havia ninguém defendo a suposta volta do médico.

Agenildo Ramalho foi prefeito em Valença por duas vezes, lembro que a primeira vez ele ganhou de João Leonardo, com uma diferença de 4.227 votos, uma vitória esmagadora. A segunda vez ganhou de Ramiro Campelo, já não mais com a mesma diferença, mas ainda era uma grande vantagem, pela fortuna que o senhor chacal desembolsou em sua campanha. Com diferença 1700 votos Agenildo ganhou de novo as eleições.

Tivemos um governo de oposição na primeira gestão de Agenildo, mesmo assim parecia que ele governava com apoio do governo do estado, pelo trabalho que ele fazia. Agenildo fez um bom governo. Não conseguiu eleger o seu sucessor por sua instabilidade, uma hora apoiava Renato Assis, outra hora era Hilton Couceiros e no final apoiou a Luís Góes Teles. O que provocou um racha na oposição, pois Renato saiu candidato também, deixando as coxas para João Cardoso que se elegeu com menos votos que a soma da oposição.

No seu segundo mandato, Agenildo tornou a eleger-se com o apoio da oposição, porém, quando já eleito resolveu debandar para o lado do governo e vendeu a alma ao diabo. Em troca receberia duas grandes obras: o presídio e o aeroporto, em compensação teria que eleger seu inimigo político, que sempre o desrespeitou, Ramiro Campelo. O aeroporto virou um elefante branco, que até hoje não se consegue pousar uma aeronave. Já o presídio, esse sim! Serviu e está servindo, não só para os presidiários, mas como tormento para a população de Valença. Após a instalação desse presídio, essa cidade nunca mais teve paz, os criminosos de vários lugares vem para aqui e juntos vem parentes e outros comparsas. Depois do presídio Valença tronou-se uma cidade extremamente violenta.

O ex-prefeito, Agenildo Ramalho, poderá discordar quanto ao meu argumento de que Valença tornou-se violenta depois do presídio, mas é compreensível, afinal ele mora em um dos lugares mais nobres de Valença cercado por guaritas com seguranças, com certeza não sente o reflexo. Mas ele precisa entender que todos os males que já atormentaram nossa Valença, o presídio foi o pior. Esse presente de grego, recebido por um bobo da corte.

Próximo das eleições, Agenildo continua apoiando o homem que no passado nos deu o presídio e o aeroporto que nunca funcionou. Com promessas, segundo o informante, de retornar a política de Valença. Eu acredito que será muito difícil, afinal esse seu candidato já tem compromissos com a presidente da Câmara. E depois, Ramiro continuará a virar para o lado do mais forte, isso se por um grande castigo de Deus Paulo Souto ganhar.

As boas obras de Agenildo, estão escondidas atrás do aeroporto e do presídio. Vai ser muito difícil quando ele abrir a boca para falar e alguém não lembrar dessas duas heranças malditas. 

Comentários { 26 }